quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Petrolândia: Fabiano Marques anuncia que município receberá mais 192 casas do Ministério das Cidades


Bruno Araújo, entrevistado por Assis Ramalho, durante visita a Petrolândia. Segundo Fabiano, conquista deve-se à atuação do ex-ministro (Foto: Arquivo BlogAR)

Atualmente, estão em andamento em Petrolândia três processos para construção de moradias populares, pelo Programa Minha Casa Minha Vida-PMCMV. O projeto mais antigo é o Residencial Dr. Francisco Simões de Lima, com 96 casas, em construção próximo à área onde foi localizado o Centro de Referência do IF Sertão, na periferia da cidade. Mais recentes, os projetos para oferecer 50 casas em comunidade quilombola e 50 em território indígena também evoluem. Nesta quarta (26), o empresário e ex-vereador Fabiano Marques (PDT), um dos líderes da Oposição no município, anunciou que a cidade receberá reforço na oferta de moradia popular.

"Diante do visível déficit de moradias em nossa querida Petrolândia, nos reunimos recentemente com o ex-ministro Bruno Araújo, onde na oportunidade pedíamos ao mesmo que interferisse junto ao Ministério das Cidades para que nosso município fosse beneficiado com mais moradias. Hoje, temos a satisfação de anunciar mais 192 moradias para o nosso povo", declarou Fabiano.

Todos os projetos em andamento no município tiveram impulso durante a passagem do deputado federal Bruno Araújo (PSDB) pelo Ministério das Cidades, no governo Temer, cargo que ocupou até novembro do ano passado, quando pediu exoneração. Diante da atuação do parlamentar, o ex-prefeito de Petrolândia, Lourival Simões (PSB), teceu elogios e divulgou as ações do então ministro para dotar o município de moradias populares. Mas, nas voltas que a política dá, o partido do governo de Petrolândia (PSB) e o PSDB estão em palanques diferentes na eleição estadual. Candidato a senador pela coligação 'Pernambuco vai mudar', Bruno Araújo tem em Petrolândia apoio da Oposição e, com o anúncio de Fabiano, amplia seu prestígio junto às lideranças políticas locais.

Redação do Blog de Assis Ramalho


0 comentários:

Postar um comentário