Publicidade
ESTE BLOG ESTÁ EM REFORMA. AGRADECEMOS A COMPREENSÃO.

Gestora lésbica representa Pernambuco em Seminário Nacional


O Senalesbi é o maior encontro de lésbicas e mulheres bissexuais do Brasil (Foto: Brenda Coelho)

Começou no dia 9 e termina neste domingo (12), na cidade de Salvador, a 10ª edição do Seminário Nacional de Lésbicas e Mulheres Bissexuais (Senalesbi), onde a secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) conta com a representação de Íris de Fátima, integrante da coordenadoria LGBT do Estado de Pernambuco. “É no Senalesbi que traçamos estratégias de fortalecimento da política destinada às mulheres do segmento e buscamos maneiras de propagação da nossa visibilidade”, comenta a gestora.

Neste ano, o Seminário estabeleceu quatro eixos para nortear os debates e construir as propostas intervencionistas, à luz das organizações comunitárias. Machismo, capitalismo, sexismo e heteronormatividade compulsória servirão como embasamento para o debate conjunto, com o objetivo de fortalecer o combate à LGBTfobia, enfrentamento ao racismo, machismo e opressão ao movimento.


A 10ª edição do Senalesbi traz como novidade a formatação de um livro, fruto da compilação de artigos e textos construídos por 20 mulheres participantes do encontro, com traçados da história do movimento lésbico e bissexual no Brasil. “Ao longo de dez realizações, o seminário se consolidou como o mais importante encontro de lésbicas e mulheres bissexuais do Brasil”, ressalta Íris.

A coordenadoria estadual LGBT integra a secretaria executiva de segmentos sociais (SESES), que compõe a secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), na gestão Paulo Câmara.

Texto: Brenda Coelho/SESES

Comentários

Publicidade