Publicidade
ESTE BLOG ESTÁ EM REFORMA. AGRADECEMOS A COMPREENSÃO.

Ministro de Minas e Energia, Fernando Filho se filia ao MDB



O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, ao lado do senador Romero Jucá, durante o ato de filiação ao MDB (Foto: Sara Resende/TV Globo)

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, se filiou nesta quarta-feira (21) ao MDB.

Filho do senador Fernando Bezerra Coelho, ex-ministro da Integração, Coelho Filho foi filiado ao PSB até o ano passado, quando deixou a legenda.

O PSB passou a fazer oposição ao governo do presidente Michel Temer.

A filiação de Fernando Coelho Filho ao partido de Temer aconteceu na sede do MDB, em Brasília. O presidente da legenda, senador Romero Jucá (RR), participou do ato.

"Eu recebi o convite ainda ano ano passado quando me desfiliei do meu antigo partido [PSB] pelo presidente Romero, por alguns companheiros, ministros do MDB, pelo líder Baleia Rossi. Chego animado para poder nesse novo ano de eleição me somar a tantos outros companheiros da bancada do MDB para a gente fazer uma grande eleição para o partido e para o Brasil", afirmou o ministro.


Coelho Filho está no terceiro mandato consecutivo como deputado federal e se licenciou da Câmara em maio de 2016 para assumir a pasta de Minas e Energia, a convite de Temer.

Saída do PSB

O ministro seguiu a mesma trajetória do pai dele, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). O parlamentar, atual presidente do MDB em Pernambuco, deixou o PSB em setembro do ano passado.

Coelho Filho pediu a desfiliação do PSB pouco depois, em outubro. Aliado do presidente Michel Temer, Coelho Filho faz parte do grupo de dissidentes do PSB que se recusava a fazer oposição ao governo federal, contrariando orientação da cúpula da legenda.

Por Sara Resende, TV Globo, Brasília

Comentários

Publicidade