domingo, 18 de fevereiro de 2018

Prazo para o registro de granja em Pernambuco termina dia 3 de março


Os avicultores de todo o Estado devem procurar a Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) para fazer o registro da sua granja até o dia 3 de março. A exigência é do Ministério da Agriculta, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que fixou novas regras para os órgãos de fiscalização monitorarem as granjas no Brasil a fim de manter o controle da sanidade das aves.

Segundo o coordenador do programa de sanidade avícola da Adagro, Francisco Nascimento, o proprietário que não procurar a Adagro dentro do prazo sofrerá penalidades. “Caso o registro não seja feito na Adagro até a data limite, o produtor não poderá receber novas aves para se alojarem nas granjas e continuar a produção”, informou o coordenador.

Após a entrega dos documentos por parte do avicultor, a Adagro realiza uma visita técnica na propriedade e se todas as exigências forem atendidas, o estabelecimento recebe um selo de saúde para o plantel. O registro garante a saúde dos animais durante a produção e é por meio dele que a Adagro controlará a sanidade das granjas do Estado.

Pernambuco possui 1.100 granjas comercias, até o momento apenas 28% dos estabelecimentos realizaram o registro. Para isso é necessário o requerimento de registro avícola, a ficha sanitária do estabelecimento, a ficha de cadastro do estabelecimento avícola, a declaração do responsável técnico, cópia da carteira do CRMV do responsável técnico, a planta baixa, planta de localização ou croqui digital com escala, o memorial descritivo higiênico-sanitário, o comprovante de pagamento da taxa e o laudo de análise microbiológica da água.

Desde 2007 que uma Instrução Normativa do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento fala da obrigatoriedade do registro de granjas, mas devido a solicitações do setor produtivo esse prazo foi sendo prorrogado e se encerrará definitivamente em 3 de março.

SEI-PE


0 comentários:

Postar um comentário