quarta-feira, 29 de março de 2017

CPRH interdita lavanderias em Caruaru e Toritama

Ação de fiscalização no polo têxtil do Estado foi reforçada a partir de denúncias na Ouvidoria Ambiental (Foto: Divulgação/CPRGH)

Subiu para nove o número de lavanderias têxteis interditadas pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), este ano, nos municípios de Caruaru e Toritama, Agreste do Estado. Em nova investida, três lavanderias foram interditadas e os proprietários de outras sete foram intimados a regularizar a situação no órgão ambiental.

O monitoramento das lavanderias no polo têxtil do Estado está sendo desenvolvido de forma mais acentuada, em virtude de denúncias registradas pela Ouvidoria Ambiental da Agência.

“Só este ano, já vistoriamos 30 lavanderias. A ação visa coibir a ilegalidade dentro do polo têxtil, pois muitas empresas funcionam de forma irregular, prejudicando o meio ambiente", comentou o diretor de Controle de Fontes Poluidoras da Agência, Eduardo Elvino.

De acordo com Elvino, as ações de fiscalização e de educação ambiental terão continuidade no Agreste, especialmente nos municípios onde estão instaladas as lavanderias. "É uma força-tarefa para o enfrentamento desse crime ambiental, que é a poluição, não só da água, mas também do ar e do solo", completou.

Núcleo de Comunicação Social e Educação Ambiental - NCSEA
Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH

Nenhum comentário:

Postar um comentário