Publicidade

Seminário em Caruaru debate particpação da mulher no esporte, educação física e desconstrução do machismo


A representatividade feminina no desporto e a educação física escolar como ferramenta de desconstrução do machismo na sociedade. Esse é o tema que vai permear o II Seminário Estadual de Gênero, Políticas Públicas de Educação, Esporte e Lazer que acontece, na próxima terça-feira (1º), no Centro Universitário Tabosa de Almeida, em Caruaru.

Num país de predominância machista, o esporte é uma ferramenta para ajudar na luta pela igualdade entre homens e mulheres. As Olimpíadas de 2016 revelaram um novo cenário de inclusão das mulheres nos esportes. Só para se ter uma ideia, em Pernambuco dos quinze atletas classificados para o evento, treze eram mulheres e, no Brasil, dos 461 atletas, 216 eram do sexo feminino.

Vários temas sobre a questão que envolve educação, esporte e gênero serão debatidas no evento. Entre eles estão: a Gestão do Esporte e Gênero na Região Metropolitana do Recife; Opressão na Educação Física Escolar; Formação da Educação Física Escolar a Partir de um Recorte de Gênero; Gênero e Educação Física Escolar: reflexões acerca da inclusão. Também será debatida a questão: A Escolha do Esporte Define Orientação Sexual? O Combate a Segregação de Gênero possibilita o Crescimento Afetivo-social entre Meninos e Meninas? Uma análise nas Aulas de Educação Física.

Tudo isso pode ser conferido no II Seminário Estadual de Gênero, Políticas Públicas de Educação, Esporte e Lazer realizado pela Secretaria da Mulher de Pernambuco em parceria com a ASCES. 

Serviço
Evento: II Seminário Estadual de Gênero, Políticas Públicas de Educação, Esporte e Lazer
Onde: Av. Portugal, 584 – Universitário Caruaru-PE
Data/Hora: 01 de novembro das 08h às 17h

Secretaria Estadual da Mulher - Governo de Pernambuco

Comentários

Publicidade