Publicidade

Acordo garante pagamento de insalubridade de médicos da Ebserh em Petrolina


Mais uma conquista para a classe médica de Petrolina. A ação trabalhista de cobrança do adicional de insalubridade dos médicos contra a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), gestora do Hospital Universitário (HU), foi acordada na 3ª Vara do Trabalho de Petrolina (5ª TRT), com a participação da Defensoria do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe).

Segundo o advogado João Moreira do Simepe, a EBSERH se comprometeu ao pagamento da insalubridade de todos os médicos do HU devido entre os meses de fevereiro e agosto de 2015, até o início de setembro deste ano. O pagamento será escalonado, conforme a admissão na empresa. “Avaliamos como mais uma vitória importante dos médicos lotados no HU junto à Justiça do Trabalho. Nossas ações continuam em seu ritmo de demandas sempre em defesa dos interesses da classe médica. É fundamental que os médicos fiquem atentos aos pagamentos da insalubridade retroativo em seus respectivos contracheques”, frisou o advogado João Moreira.

Pagamento da insalubridade dos médicos de Petrolina

Os médicos convocados em fevereiro de 2015 receberão os valores totais, devidamente corrigidos, no salário deste mês de maio, com recebimento até 5º dia útil de junho.

Já os convocados em março/2015, receberão os valores no salário de junho, a ser pago até o 5º dia útil de julho; o mesmo acontecerá com os médicos convocados em abril e maio de 2015, que serão contemplados no salário do mês de julho, com recebimento até o dia 5º dia útil de agosto.

Os médicos convocados em junho e julho de 2015, receberão os adicionais retroativos da insalubridade retroativo (junho, julho e agosto) corrigidos na folha de pagamento do mês de agosto , com recebimento até o dia 5º útil de setembro, finalizando desta forma o calendário de pagamento.

Assessoria/Simepe

Comentários

Publicidade