Publicidade

Petrolândia: Comoção, dor, choro e aplausos marcaram o sepultamento de Cícera Suelen


Uma multidão acompanhou o cortejo

Corpo é aplaudido na entrada do cemitério
Amigos confeccionaram 200 camisetas para homenagear Cícera Suelen

Sob forte comoção, aplausos e choro de familiares, parentes e amigos foi sepultado na tarde desta quarta-feira 22) o corpo da jovem Cícera Suelen, 17 anos, vítima de acidente ocorrido na manhã de domingo passado (19), em Petrolândia. Colegas de trabalho de Cícero, pai da jovem, também compareceram à cerimônia.

Para parentes e amigos, ficou a lembrança de uma jovem alegre que amava a vida. Amiga de cícera, Lisiane desabafou ''Ela era uma jovem alegre,  participativa, que gostava de sair, se divertir e tinha muitos amigos.  Não caiu a ficha ainda, e eu estou muito mal. Ainda está na minha memoria os últimos momentos que estive conversando e brincando com ela, naquela trágica noite de sábado para domingo'' disse Lisiane, não resistindo as lágrimas 

O acidente que vitimou a jovem Cícera, aconteceu na Orla da cidade por volta das 5 horas da manhã de domingo (20), quando retornava de uma festa realizada em um clube da cidade em companhia do namorado Diego da Silva, que também foi vítima do atropelamento, sendo conduzido ao Hospital Regional do Agreste, em Caruaru. Cicera foi socorrida para o Hospital da Restauração, em Recife, mas não resistiu aos ferimentos.

Os pais de Cícera Suelen - Maria Lucicleide e Cícero - estavam inconformados logo após o sepultamento e chamavam à atenção das autoridades local. ''Se houvesse uma fiscalização mais firme por parte da polícia, punindo esses jovens que passam as noites e madrugadas bebendo e dirigindo, sem nenhuma responsabilidade, isso não acontecia. É preciso que as autoridades vejam isso, e tomem as providências, porque muitos acidentes estão acontecendo, e ninguém está ligando para os acontecidos, Até parece que aqui não tem justiça", desabafou a mãe da jovem falecida, que acabara de ser sepultada.

Emocionado, Cícero, o pai da jovem, dizia que o acontecido vai ser uma marca que nunca vai sair da sua vida. ''É o momento mais difícil da minha vida e isso nunca vai passar. Ela era uma jovem alegre, que gostava da vida, de fazer amizades, e sempre estava sorridente. Aliás, no último sábado, quando estive com ela pela última vez, até parecia que ela queria se despedir de mim. Em nenhum momento ela deixou de sorrir, de tirar fotos, sempre me perguntando se ela estava bonita. Agora não resta outra coisa, a não ser pedir força a Deus para eu possa, quem sabe, superar esse momento. Estou triste e sofrendo muito, mas eu tenho certeza que ela está com Deus", disse o pai, com lágrimas nos olhos.

Nossas condolências aos pais de Cícera Suelen e demais parentes e amigos pela imensa perda.


Redação do Blog de Assis Ramalho
Fotos: Assis Ramalho

Comentários

Publicidade