Publicidade

ONS reduz estimativa de chuvas em outubro e eleva previsão de consumo de energia


O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) reduziu a estimativa de chuvas que deverão chegar aos reservatórios das hidrelétricas do país em outubro, sendo que todas as regiões terão afluências bem abaixo da média com exceção do Sul.

Segundo o Informe do Programa Mensal de Operação (PMO) divulgado nesta sexta-feira, as afluências previstas para o Sudeste/Centro-Oeste, que concentra os principais reservatórios de hidrelétricas do país, deverá ser de 67% da média histórica para o período.

Já a previsão de consumo de carga de energia no país em outubro é de aumento de 2,4% ante mesmo mês de 2013. Anteriormente, na semana passada, o ONS estimava alta de 1,3% no consumo neste mês.

De acordo com o órgão, a maior alta de carga é esperada para o Sul do país, onde o consumo deve subir 3,4%. No Nordeste e no Sudeste/Centro-Oeste, os aumentos devem ser de 3,2% e 2,5%, respectivamente, segundo a estimativa. Na região Norte, a expectativa é de redução de 1,3%.



A falta de chuvas, aquém do esperado neste ano, é uma das principais causas da crise que afeta o setor elétrico. O relatório do ONS é divulgado dias depois do Ministério de Minas e Energia informar que o horário de verão, que começa neste fim de semana, deve gerar economia 31% menor que a do ano passado, devido ao uso das usinas térmicas, que produzem energia mais cara e entraram em operação para cobrir o período de seca.

O Globo

Comentários

Publicidade