Publicidade

Wilson Damázio está fora da SDS. Governador Eduardo Campos aceita pedido de demissão do secretário.


O governador Eduardo Campos (PSB) aceitou o pedido de demissão do secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, que colocou o cargo à disposição devido à repercussão negativa da entrevista concedida por ele e publicada no Jornal do Commercio nesta quinta-feira, 19. O socialista entendeu os motivos alegados pelo secretário e agradeceu o trabalho realizado por Damázio à frente da SDS - ele estava na função desde 19 de abril de 2010. Alessandro Carvalho Mattos, que é o secretário executivo, deve assumir o cargo.

As palavras do secretário na entrevista provocaram inúmeras manifestações contrárias ao seu posicionamento, sobretudo nas redes sociais, o que pode ter influenciado sua decisão. Entre os pontos polêmicos estão as declarações de que homossexualismo seria um "desvio de conduta", de que o policial exerce um fascínio sexual entre as mulheres e que "todo PM antigo" tem amante.

"Dirijo-me à sociedade pernambucana para declarar que as mesmas (declarações) não constituem meu pensamento nem minha visão do mundo, razão pela qual repilo os termos e peço desculpas a todos aqueles que porventura tenham se sentido ofendidos", diz Damázio, em um trecho da nota oficial encaminhada pela assessoria de comunicação da SDS.

Diario de Pernambuco

Comentários

Publicidade