Publicidade

Prazo para atualização do Cadastro Único é prorrogado até 17 de agosto


O governo federal prorrogou até 17 de agosto o prazo para atualização do Cadastro Único (CadÚnico) de famílias cujos dados sobre renda apresentaram algum tipo de problema.

A atualização é importante, pois evitará o cancelamento dos benefícios do Bolsa Família e da Tarifa Social de Energia Elétrica.

O sistema do CadÚnico detectou inconsistências de renda provenientes de dados do mercado de trabalho, recebimento de benefícios previdenciários ou do Benefício de Prestação Continuada (BPC), contribuições previdenciárias e óbito. As mais de 720 mil famílias com esse tipo de problema no cadastro fazem parte do Grupo 3 da chamada Averiguação Cadastral.

A averiguação agrega pessoas com cadastros em que foram identificados diferentes tipos de inconsistência. Em caso de inconsistência nas informações, as famílias são chamadas para atualizar os dados junto às secretarias municipais de Assistência Social.


Após o fim do prazo, outro grupo será convocado para atualizar os dados. Cada grupo de averiguação tem prazos diferentes para mobilização, atualização e repercussão nos benefícios e no cadastro das famílias.

O Cadastro Único é usado pelo governo federal para identificar potenciais beneficiários de programas sociais como Bolsa Família, Projovem Adolescente/Agente Jovem, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil e da Tarifa Social de Energia Elétrica.

Agência Brasil

Comentários

Publicidade