sábado, 30 de junho de 2018

Petrolândia: Após análise de nova proposta greve dos professores pode acabar


Nesta sexta-feira (29) aconteceu em Petrolândia na praça da matriz, um ato público das professoras e professores da rede municipal. A concentração iniciou às08h00min e encerrou próximo ao meio dia após a categoria ouvir a nova proposta da prefeitura.

Evaldo Nascimento e Sebastião Pereira, lideranças do movimento, ouviram a nova proposta que não contempla a reivindicação inicial, mas avança no posicionamento inicial da gestão.

A nova proposta é reajuste de0,81%, retroativo a Janeiro, já na folha de Julho e, a partir de Outubro, novos reajustes que deverão atingir os 6,81%reivindicados no início da greve. A categoria ainda foi contemplada com a antecipação de parte do décimo terceiro salário ontem (28) com recursos do FUNDEB que, segundo muitos, serviu como manobra para não atender a reinvindicação do movimento grevista, visto que, com essa decisão, o município passa a respeitar o percentual do fundo (60%) para pagamento de profissional.

“Não é a melhor proposta, pelo contrário, é péssima, mas é a que temos...” declarou Evaldo.
Os presentes ao ato, em regime de votação, definiram pela manutenção da greve até a próxima terça-feira (3), data prevista para apreciação do novo projeto à câmara de vereadores, onde deverão votar em definitivo pela aceitação da proposta, consequentemente pelo fim da greve, ou rejeitar.
Segundo Evaldo a greve teve mais de 90% de adesão dos profissionais efetivos com muitas escolas com atividades paradas plenamente.
“Mesmo que a categoria vote pelo fim da greve na próxima terça, nós iremos manter um movimento de paralisação individualizada por escolas. Escolas que continuem a apresentar as mesmas problemáticas já denunciadas por nós, como falta de bebedouro, telhado caindo...irão ter suas atividades paralisadas e atitudes cobradas pelo movimento.”

Por: Blog Gota d'Água


0 comentários:

Postar um comentário