Publicidade

Governo de Pernambuco realiza a maior promoção da história da PM e dos Bombeiros

Fotos: Aluisio Moreira/SEI

O governador Paulo Câmara promoveu, nesta segunda-feira (20), 1.920 policiais militares e bombeiros, em mais uma demonstração da prioridade que a segurança pública terá na sua administração. Eles integram um grupo de 7.119, cuja ascensão na carreira já havia sido autorizada pelo chefe do Executivo estadual em março. Até o final do ano, quando esses profissionais assumirem seus novos postos, o Governo terá realizado a maior promoção da história das duas corporações em Pernambuco.

À tarde, o governador condecorou 1.095 praças e oficiais da PM em cerimônia no Quartel Geral do Derby. Após entregar as insígnias aos policiais, Câmara foi ao Centro de Convenções presidir a mesa da formatura de 410 novos sargentos e 415 novos cabos do Corpo de Bombeiros.

"Tenho a honra de, ainda no primeiro ano do meu governo, viabilizar a maior promoção da história da PM e dos Bombeiros. Junto com cada um de vocês vamos oferecer as condições para cuidar ainda mais da segurança dos pernambucanos. O povo de Pernambuco espera de nós um trabalho que melhore a sua vida. Não tenho dúvida que essas promoções concretizadas hoje nos colocam no caminho certo", cravou Paulo Câmara.

De acordo com o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, viabilizar as promoções não foi fácil. "Esse ato materializa a preocupação do Governo do Estado com a valorização das pessoas. Nenhuma instituição, por mais investimento que seja feito, será uma instituição respeitada se não houver essa prioridade", comentou.

Comandante-geral da Polícia Militar, o coronel Antônio Francisco Pereira Neto afirmou que as promoções representam o reconhecimento do trabalho desenvolvido pela corporação. "É mais um gesto de sensibilidade do governador. E nós vamos responder à essa confiança", ponderou.

Já o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Manoel Cunha, enalteceu "o gesto nobre" do governador. "Nós crescemos com a nossa emancipação, em 1994, e com a injeção de recursos por parte do Governo Eduardo Campos, em 2007. Agora, também crescemos como pessoas, através do resgate das promoções viabilizado por Paulo Câmara", frisou.

INCLUSÃO - A solenidade do Corpo de Bombeiros também foi marcada por duas homenagens: ao ex-governador Eduardo Campos, representado pelo seu filho João Campos, e ao cabo Gil Sormany, que ficou afastado das suas atividades por cinco anos após perder a visão em decorrência de um tumor.

Mesmo sendo considerado inválido para a atuar como bombeiro, Gil Sormany não desistiu de voltar às suas atividades. Em 2013, quando tomou conhecimento do desejo do militar de retornar ao trabalho, Eduardo Campos assinou um decreto que garante o retorno do qualquer bombeiro, policial civil ou militar, que tenha se tornado deficiente. Depois de passar por um treinamento, Gil Sormany se transformou no primeiro bombeiro reintegrado à corporação do Brasil.

Blog de Notícias do Governo de Pernambuco

Comentários

Publicidade