Publicidade

Prefeitura de Serra Talhada demite 120 servidores


O final do ano não será nada animador para 120 servidores contratados que prestavam serviço à Secretaria Municipal de Educação, desde o ano passado. Semana passada a prefeitura decidiu demitir auxiliares de serviços gerais e merendeiras, e como medida de economia, as creches só irão funcionar até a próxima sexta-feira (5).

A medida, segundo o secretário de Educação, Edmar Júnior, foi para não ultrapassar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). De acordo com o secretário, as demissões em massa não irão comprometer o calendário das escolas.

“Não iremos comprometer os 200 dias letivos como demanda a legislação. Apenas o atendimento nas creches serão suspensos na sexta-feira, mas as escolas continuam funcionando, mesmo com as demissões. Até o dia 19 de dezembro vamos trabalhar com os servidores efetivos. Esta medida (as demissões) foi necessária por conta da Lei de Responsabilidade Fiscal”, confirmou Edmar Júnior

Na opinião de alguns professores que trabalham na zona rural, a medida extrema é para gerar mesmo economia aos cofres da prefeitura. Inclusive, para não ter que pagar quilometragem aos motoristas que trafegam nos distritos.

Farol de Notícias

Comentários

Publicidade