Publicidade

Floresta: MPPE recomenda à Prefeitura que idosos e deficientes recebam o Benefício de Prestação Continuada

Prefeitura de Floresta-PE

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou à Prefeitura Municipal de Floresta e à Secretaria de Assistência Social do município que adotem medidas necessárias para a inscrição de todos os idosos e deficientes que fazem jus à percepção do Benefício de Prestação Continuada (BCP), no cadastro único do Ministério do Desenvolvimento Social.

Segundo a promotora de Justiça Kamila Renata Bezerra, 369 beneficiários ainda não realizaram a inscrição no cadastro único. O procedimento deve ser feito por meio do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS).

De acordo com a publicação, o prazo de inscrição vai até dezembro e o idoso ou deficiente que não conseguir se inscrever terá seus benefícios suspensos em 2019.

As informações são do Ministério Público de Pernambuco (MPPE)

Comentários

Publicidade