quinta-feira, 5 de julho de 2018

Polícia estipula fiança de R$ 1,9 milhão para mulher e filho suspeitos de morte de médico no Grande Recife

Denirson Paes da Silva era cardiologista e tinha 54 anos (Foto: Reprodução/Facebook)

A esposa e o filho do cardiologista Denirson Paes da Silva, cujo corpo foi encontrado esquartejado em um poço de um condomínio em Camaragibe, no Grande Recife, tiveram a fiança arbitrada em R$ 954 mil para cada um, o que totaliza R$ 1,9 milhão. Até a manhã desta quinta-feira (5), o valor estipulado pela Polícia Civil não foi pago e os dois suspeitos da morte do cardiologista seguiram para audiência de custódia em Jaboatão dos Guararapes, na mesma região. (Veja vídeo acima)

O G1 tenta contato com o Tribunal de Justiça de Pernambuco para obter o resultado da audiência e aguarda retorno. Autuados por ocultação de cadáver na quarta (4), mãe e filho seguiram para o Instituto de Medicina Legal (IML) para um exame de corpo delito.

A Polícia Civil segue investigando o caso para entender qual a motivação do crime e se há outros suspeitos do assassinato do médico, de 54 anos.

Uma coletiva de imprensa para explicar os rumos da apuração está agendada para a tarde desta quinta (5), no Recife. A reportagem também tenta contato com a defesa da esposa e do filho de Denirson.

Entenda o caso

O corpo do médico foi encontrado por volta das 14h da quarta (4), por funcionários do condomínio Torquato Castro, no km 13 da Estrada de Aldeia, em Camaragibe, no Grande Recife. O médico morava com a família em uma das casas do local.

A Polícia Civil esteve no condomínio e o Instituto de Criminalística realizou perícias com luminol para colher DNA e outros materiais que possam subsidiar as investigações. Segundo a Polícia Civil, foi necessário o auxílio do Corpo de Bombeiros para a retirada do corpo do cardiologista. O poço onde o cadáver foi encontrado tem aproximadamente 25 metros de profundidade.

Apesar de ter feito um boletim de ocorrência para relatar o desaparecimento do marido no dia 20 de junho, a esposa de Denirson foi autuada junto com um dos filhos do casal após a delegada do caso suspeitar dos dois. Mãe e filho foram autuados após um mandado de busca e apreensão na residência da família.

Por G1 PE


0 comentários:

Postar um comentário