terça-feira, 3 de julho de 2018

Petrolândia: IBVASF reabre suas portas para beneficiar os cerca de 180 mil habitantes da região


Vanessa Silva - diretora do IBVASF (Foto: Assis Ramalho/BlogAR

Após a interrupção das atividades, em 2016, causada por insuficiência e falta de aporte financeiro, o Hospital e Maternidade do Instituto Beneficente do Vale do São Francisco (IBVASF), situado em Petrolândia,  voltou a funcionar no início desta semana.

De acordo com o que afirmou o diretor médico do Hospital, Dr. João Lopes, em recente entrevista concedida  a Assis Ramalho, durante o programa "Acordando com as Notícias", transmitido pela Web Rádio Petrolândia, a unidade filantrópica está iniciando seus trabalhos com capacidade reduzida, tanto em número de atendimentos quanto de funcionários.

Na manhã desta terça-feira (03), nossa reportagem visitou a Unidade Hospitalar e conversou com a diretora do IBVASF, Vanessa Silva. Segundo ela, o pleno funcionamento deve ser alcançado de maneira gradativa.

''O hospital está iniciando com capacidade reduzida, tanto de atendimentos quanto do quadro de funcionários. Conforme for transcorrendo os atendimentos, nós vamos avisando à população. A tendência é que em breve o funcionamento do IBVASF seja retomado a todo vapor com os normais atendimentos pelo SUS'', disse Vanessa.

VISITA DO GOVERNADOR PAULO CÂMARA E DO SECRETÁRIO DE SAÚDE IRAN COSTA AO IBVASF

Na última sexta-feira (30) o governador Paulo Câmara, em companhia do Secretário de Saúde Iran Costa, visitou o Ibvasf, oportunidade em que conheceu as novas instalações. O governador e o Secretário de Saúde ficaram entusiasmados com a magnitude do hospital, da qual não faziam ideia. O hospital é completo tanto na estrutura quanto em equipamentos. No momento da visita, o governador se dirigiu ao Secretário de Saúde e pediu para aumentar a parceria entre a Secretaria de Saúde do estado e o IBVASF, para oferecer os serviços de UTI e hemodiálise.

O Ibvasf possui convênio com o Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES), desde 2013, para ofertar atendimentos de urgência, consultas ambulatoriais e exames para a população da Região. Neste ano, a parceria do Estado com o IBVASF foi renovada, com a ampliação da oferta de serviços de Saúde à população. Até o ano passado, a unidade disponibilizava 40 leitos. Agora, são 67 os leitos financiados pela SES, com o investimento anual de R$ 3,6 milhões.

Com essa ampliação dos leitos, a unidade passa a funcionar como retaguarda para o Hospital Regional Ruy de Barros Correia, em Arcoverde. Por ano, a capacidade é para atender cerca de 6 mil pacientes, uma média de 500 ao mês. Os leitos do IBVASF são para internamento em clínica médica, pediatria e obstetrícia, áreas com atendimento de urgência e emergência na instituição. O Hospital ainda faz internamento de pacientes crônicos e realiza pequenas, médias e grandes cirurgias. Entre os exames ofertados pela instituição, estão: laboratoriais clínicos, raio-X, mamografia, Eletrocardiograma, ultrassonografia, radiodiagnóstico, densitometria óssea de coluna, colonoscopia, entre outros. Por ano, a capacidade é para mais de 93 mil exames, sendo mais de 7,8 mil por mês. 

Além de Petrolândia, o IBVASF também atende a população de várias cidades do Sertão  Pernambucano, abrangendo cerca de 180 mil pessoas.

Em entrevista a reportagem do Blog de Assis Ramalho e da Web Rádio Petrolândia, o governador destacou a importância da reabertura do IBVASF para Petrolândia e região.


''A parceria do Ibvasf é interessante porque oferece uma função social em uma área necessária, que é a saúde. Então, a gente viu essa possibilidade de renovar esse convênio que neste governo já deu certo e agora se ajustou às novas realidades, e com certeza vai melhorar os serviços de saúde ao povo de Petrolândia e de toda a região'' frisou Paulo Câmara, em entrevista à nossa reportagem.
Veja abaixo fotos e vídeos dos discursos durante a reabertura do IBVASF na sexta-feira (30)






Assista aos vídeos abaixo









Fotos e Redação do Blog de Assis Ramlho
Vídeos e fotos: Assis Ramalho/BlogAR


0 comentários:

Postar um comentário