Publicidade
ESTE BLOG ESTÁ EM REFORMA. AGRADECEMOS A COMPREENSÃO.

Jatobá: Robson Leandro dá nota 9,5 ao seu governo e diz que será candidato a prefeito de Jatobá em 2020 ''Fiz um ótimo governo'



Depois de um ano e meio de silêncio, desde que encerrou seu mandato (2013-2016) na Prefeitura de Jatobá, o engenheiro civil Robson Silva Barbosa, conhecido como Robson Leandro (PSB), declara que já é pré-candidato a retornar ao cargo de prefeito da cidade situada no Sertão de Pernambuco, nas eleições de 2020. A declaração foi feita durante entrevista exclusiva ao radialista e blogueiro Assis Ramalho, no 'Acordando com as Notícias', programa transmitido pela Web Rádio Petrolândia.

Entre outros assuntos, Robson falou sobre o recente encontro que teve com o governador Paulo Câmara, oportunidade em que manifestou seu desejo de voltar a disputar a Prefeitura de Jatobá nas eleições de 2020. Eleito em 2012 com apoio do ex-prefeito Itomar Tolentino Varjão (Itamar), que compôs a chapa como vice-prefeito, Robson perdeu o apoio do grupo e não concorreu à reeleição. Foi eleita prefeita Goreti Varjão, que substituiu o marido na chapa, após indeferimento da candidatura dele.

Na entrevista, Robson avaliou seu mandato como gestor de Jatobá. Segundo ele, a nota para seu governo seria 9,5 (nove e meio). Ele ainda fez questão de listar as principais conquistas do município durante sua administração, com destaque para Adutora da Volta do Moxotó que considera a mais importante ação do seu mandato.

''O meu governo foi um governo muito bom. Foi um ótimo governo. Nós fizemos tudo que era possível em todas as áreas'', declarou Robson, acrescentando que o seu governo foi nota 9,5 em todos os quesitos.

Perguntado se já é pré-candidato à prefeitura de Jatobá nas eleições de 2020, ele disse estar em momento de reflexão, para analisar o que acertou e o que errou durante seu mandato, mas afirmou que sim, é pré-candidato a prefeito na próxima eleição.

''Estou botando os meus pensamentos em ordem, estou me autoavaliando. Tem um ditado que diz que 'quando a gente erra a gente, ao invés de ir para a janela, vai para o espelho'. Eu estou indo para o espelho. Estou vendo onde eu acertei e onde errei. Então, é um momento de reflexão, Como é que eu posso abandonar a política, se a política não sai de minhas veias? Eu tive um sonho, uma promessa, uma jura que eu fiz a mim mesmo, quando eu tinha 14 anos de idade, de ser prefeito de Jatobá. E lá eu consegui. Sou [pré-candidato a prefeito], não desisto da política jamais. Sou pré-candidato porque tenho convicções, porque amo a minha cidade, porque tenho muito a contribuir, porque o meu projeto foi interrompido. Sei do meu potencial e a sociedade sabe disso, me conhece, sabe do meu empenho, sabe do meu caráter, sabe da minha idoneidade, e sabe que eu tenho direito [de concorrer], assim como todo cidadão brasileiro'', disse.

Robson preferiu não comentar o atual governo de Jatobá. 

''A avaliação do governo [atual] quem tem que fazer é o povo de Jatobá. Se eu faço uma avaliação, é uma avaliação de um sentimento que eu tenho. É a minha percepção, mas a minha percepção não vai influenciar naquele que é o grande mandatário do poder, que é o povo do município'', resssaltou.

Na conversa com Assis Ramalho, Robson também falou sobre o apoio a candidatos nas eleições de 2018.

Assista abaixo ao vídeo da entrevista.



Redação do Blog de Assis Ramalho

Comentários

Publicidade