segunda-feira, 28 de maio de 2018

Livro Trem para Branquinha enfoca o Nordeste açucareiro em memória familiar

Com selo Cepe, título será lançado no dia 5 de junho, na Livraria Jaqueira, a partir das 18h (Foto: Cepe/Divulgação)

Em O Trem para Branquinha, dos engenhos às usinas de açúcar no Nordeste Oriental: histórias familiares (1796-1966), livro do professor, economista e escritor Gustavo Maia Gomes, narrativas biográficas se entrelaçam a fatos históricos tecendo um registro social, econômico e político da região, sobretudo, dos séculos XIX e XX. A obra, que sai com o selo da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), marca a estreia do autor como historiador e tem lançamento marcado para o dia 05 de junho, na Livraria Jaqueira, a partir das 18h.

O livro tem prefácio da presidente da Fundação Gilberto Freyre, Sônia Freyre Pimentel, que o considera uma importante fonte para o estudo açucareiro. “A fartura de citações toponímicas, fotografias, endereços comerciais, árvore genealógica familiar e outras mais, servirão hoje e muito mais no futuro ao estudo da sociedade do Brasil”, destaca. Aborda, em suas 564 páginas, as transformações do Nordeste canavieiro, dos engenhos às grandes unidades agroindustriais de açúcar, a decadência econômica rural e a evolução urbana, resgatando e contextualizando a saga de sua família, majoritariamente de proprietários engenhos de açúcar, fazendas de cana e usinas.

O Trem para Branquinha (nome da cidadezinha alagoana onde estão fincadas as raízes dos Maia Gomes) inicia a viagem histórica em 1796, mas dá destaque ao período compreendido entre 1811 (nascimento de Maria Madalena da Silva, sua trisavó materna) a 1966 (morte de Nominando Maia Gomes, avô paterno). “Tive como ponto de partida e fio condutor o reconhecimento de que as vidas dos meus parentes não transcorreram em um vácuo, nem se perderam na absoluta inexpressividade. Elas foram não apenas influenciadas pelos já referidos acontecimentos e circunstâncias políticos, econômicos e culturais; mas também ajudaram a produzir esses mesmos acontecimentos e a manter ou modificar as respectivas circunstâncias”,assegura o autor.

Ex-diretor do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), ex-secretário de Planejamento, Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente de Pernambuco (1991), Gustavo Maia Gomes é um estudioso das questões regionais nordestinas e é autor de livros nesta temática, como Política Agrícola no Nordeste (1970), Conflito e Conciliação, Economia de Pernambuco (org./2006) e Política Regional no Mundo Contemporâneo (2011).

SERVIÇO:
Lançamento do livro O Trem para Branquinha
Data: 05 de junho
Horário: 18h
Local: Livraria Jaqueira
Endereço: Rua Antenor Navarro, 138, Jaqueira
Valor do livro: R$ 60,00 e 18,00 (e-book)

Assessoria de Imprensa da Cepe


0 comentários:

Postar um comentário