Publicidade

Petrolândia: Na Semana da Pátria, ipê roxo encobre mastros das bandeiras na Praça dos Três Poderes

Mastros dos pavilhões, em frente à Câmara Municipal, na Praça dos Três Poderes (Fotos: Lúcia Xavier) 



Nesta sexta-feira, 7 de setembro, serão celebrados os 196 anos da Independência do Brasil. Nesta semana, o Pavilhão Nacional é a estrela dos desfiles e demonstrações de "civismo". Mas, em Petrolândia, no Sertão de Pernambuco, quem está em destaque é um esplendoroso ipê (ou pau d'arco) roxo. A árvore estendeu ramos, com flores ainda tímidas, em anúncio da primavera sertaneja, e entremeou-se nos mastros destinados às bandeiras na Praça dos Três Poderes, em frente à Câmara Municipal.

O ipê não é árvore que se possa nem deva podar, artisticamente, como fazem com os sem-graças nim indiano e fícus, donos da cidade. Infelizmente, porém, a árvore enxerida deverá perder alguns metros de galhos, não somente para permitir a realização da solenidade que acontece exatamente naquele local, na manhã de 7 de setembro, como para liberar de riscos a fiação próxima.

Mas, é inevitável sentir dó dessa faceirice podada, da primavera perdida, em uma cidade com tantas árvores exóticas, invasoras e invasivas, algumas tóxicas (como espirradeira e coroa-de-cristo), usadas no "paisagismo" que a deveria embelezar, preferencialmente, com espécies nativas da caatinga.

Redação do Blog de Assis Ramalho

Comentários

Publicidade