sábado, 8 de setembro de 2018

Escritor belemita Antony Ivison Teixeira Dunes é novo membro da Academia de Letras do Sertão Pernambucano


A Academia de Letras do Sertao Pernambucano-ALESPE, realizou no último dia 02, no auditório da Faculdade Integração do Sertão-FIS, em Serra Talhada, a solenidade de condecoração dos novos escritores do sertão pernambucano, empossados com o título de confrades e confreiras da Academia pelos méritos dos serviços culturais prestados.

Na ocasião, o jovem Antony Ivison Teixeira Dunes, natural de Belém do Sao Francisco, no Sertão de Itaparica, foi condecorado como novo membro da ALESPE. Familiares do novo Acadêmico prestigiaram o evento.

Segundo o Presidente da ALESPE, Alberto Rodrigues, a entidade veio para unir os diversos gêneros literários do Sertão Pernambucano em torno de um só ideal. "Nosso objetivo é que a Academia se fortaleça com a participação dos escritores das diversas microrregiões do Sertão, sejam representantes dos sertões do Pajeú, Itaparica, Moxotó, Araripe e do São Francisco.

Antony Ivison Teixeira Dunes, agora como novo Acadêmico da ALESPE, declara que "sente-se feliz e agradece à Academia pelo reconhecimento da sua escrita".

A ALESPE foi criada oficialmente, no dia 18 de setembro 2010, pelos escritores serra-talhadenses Dierson Tomaz Ribeiro, Francisco de Assis Duarte, Itamar Inacio de Souza e Jaime Gonçalves de Lima. A Academia é formada por 40 membros escolhidos conforme critérios estabelecidos no estatuto.

A Academia surgiu como uma ferramenta que serve para ajudar na projeção da nossa literatura, dos nossos escritores, da nossa cultura e da nossa historia sertaneja, bem como disseminar as obras dos nossos escritores pelo Brasil, e quem sabe, até pelo mundo.


Blog de Assis Ramalho
Com informações e fotos: Turma de Belém do São Francisco


0 comentários:

Postar um comentário