Publicidade

Petrolândia: Saudades de Barreiras; por Tony Xavier, o poeta do povo

 
Igreja do Sagrado Coração de Jesus, na velha Barreiras
Ruínas da Igreja do Sagrado Coração de Jesus, no Lago de Itaparica, Petrolândia-PE

SAUDADES DE BARREIRAS
Tony Xavier - O Poeta do povo

É bichinho atrevido
O sentimento saudade,
Em meu peito já não cabe,
Porque já vive sofrido.
Tristonho, aborrecido,
Simplesmente machucado,
Estou sendo devorado,
E o meu dilema é esse:
Se a saudade morresse,
Eu já teria matado.

Sempre cheio de emoção
Lembro daquele lugar,
Eu vivo a imaginar,
São tentativas em vão.
Faz doer meu coração,
Me sentindo derrotado,
Completamente arrasado,
E o caminho é esse:
Se a saudade morresse,
Eu já teria matado.
Olhando aquele lago,
A Igreja dentro dele,
Reconheço, é aquele
Que lembro a todo instante.
Já não é mais como antes,
Tudo está transformado,
As lembranças do passado,
Determinou que eu sofresse:
Se a saudade morresse,
Eu já teria matado.

Olho e vejo com tristeza
Nosso templo lá no rio,
Parecendo um navio,
Que no mar foi esquecido.
Vivendo desprotegido,
Pelo dono abandonado,
E continua ancorado,
E o seu destino é esse:
Se a saudade morresse,
Eu já teria matado.

Blog Petrolândia em Foco
Foto: Tony Xavier

Comentários

  1. tambm sinto uma saudade danada desse "lugarzinho no meio do nada, no qual fui muito feliz. Essa casa rosa da esquina era do meu saudoso pai Domingos (Mingao).

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Publicidade