segunda-feira, 9 de julho de 2018

A cidade chama-se Petrolândia e não tem um busto de Dom Pedro II


Por Roberto Oliveira da Silva

A CIDADE CHAMA-SE PETROLÂNDIA E NÃO TEM UM BUSTO DE DOM PEDRO II

Toda cidade precisa e quer guardar a sua memória. Quem nasceu na Nova Petrolândia é “novopetrolandense”. Carrega consigo o gentílico que tem alusão à cidade de Pedro II ( O magnânimo), imperador do Brasil que visitou a região em 1877 e que participou diretamente do desenvolvimento daquela cidade, pois ordenou a construção de um cais e de uma ferrovia que ligava o alto e baixo São Francisco, economicamente. Talvez a única associação que temos da cidade inundada para esta, é o nome Petrolândia. 

Existe outra Petrolândia (localizada em Santa Catarina) que recebeu este nome devido à aproximação da Petrobrás em sua localidade, não tendo, portanto, uma obrigação histórica para com o imperador. 

A antiga cidade foi formada por forasteiros que colonizaram a região no século XVIII, e esta nova cidade banhada pelo lago de Itaparica é formada por pessoas vindas de várias cidades do país, como São Paulo, Paulo Afonso, Recife, Floresta, Petrolândia (antiga), Serra Talhada, entre outras. Uma cidade antiga e a nova formada por pessoas de vários lugares deve pelo menos preservar a história da origem do nome que as unificam. 

Acredito que algum vereador da Nova Petrolândia ao ler este artigo fará um projeto de lei com este intuito e em algum momento a implantação do busto deste herói nacional , pois consolidou a unificação do país e venceu três conflitos internacionais.


Roberto Oliveira


0 comentários:

Postar um comentário