terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Petrolândia: Manifestantes bloqueiam a BR-316 em protestos contra julgamento de Lula (Fotos e vídeo)


Manifestação teve início por volta das 7 horas da manhã - Fotos e vídeo: Assis Ramalho/BlogAR

Em conversa com a reportagem do Blog de Assis Ramalho e da Web Rádio Petrolândia, Reginaldo, líder do MST em Petrolândia, falou sobre o protesto.

Na manhã desta terça-feira (23), a ponte de acesso ao município de Petrolândia, na BR-316, em Pernambuco, foi interditada por manifestantes. Os atos foram organizados pelo Movimento Sem Terra (MST), em apoio ao ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva.

O julgamento do recurso apresentado pelo ex-presidente Lula ocorre na quarta-feira (24), em Porto Alegre (RS). Ele foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex em Guarujá (SP) e aguarda avaliação do caso por desembargadores do Tribunal Regional Federal (TRF4). 

Em conversa com a reportagem do Blog de Assis Ramalho e da Web Rádio Petrolândia, Reginaldo, líder do MST em Petrolândia, falou sobre o protesto.

''Desde ontem que nós estamos mobilizados em Porto Alegre, onde vai ocorrer a audiência de Lula. O objetivo é pressionar para que possa dar negativa essa audiência, para que ele possa sair candidato à presidência da República nas eleições de 2018, porque a direita brasileira está cada vez mais com sede de poder. Deu o golpe em nós em 2016, em 2017, já são vários golpes, e agora querem dar outro golpe que é proibir o presidente Lula de sair candidato. E aí, hoje, estamos trancando todas as BRs  do Brasil inteiro, inclusive aqui em Pernambuco. E aí, então, a gente pede à população que compreenda esse momento e que venha para a rua, porque, se não, a direita vai governar esse país e vai continuar com esses golpes. Com isso, só quem perde é a classe trabalhadora e o povo brasileiro'', declarou Reginaldo.

De acordo com o líder, a manifestação teve início por volta das 7 horas da manhã e vai até as 10 horas, quando a BR será liberada.

''O movimento aqui em Petrolândia teve início por volta das 7 horas da manhã, e a previsão é ir até as 10 da manhã, quando vamos tirar os pneus da estrada e liberar a BR para os condutores de veículos. Dizer também que estamos liberando as situações emergenciais como o caso de ambulâncias, por exemplo'', concluiu.


Brasília
Em Brasília o líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ), voltou a defender "luta nas ruas"  durante o ato em Porto Alegre, onde ocorrerá o julgamento em segunda instância do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta próxima quarta (24). Lindbergh disse que a Justiça já mostrou que tem lado. "Só a luta institucional não vai nos levar a lugar nenhum", discursou.

O senador afirmou que os apoiadores de Lula deveriam enviar o seguinte recado aos defensores de sua condenação: "Se vocês querem apostar na irresponsabilidade dobrada, se querem colocar o país na instabilidade política, venham porque estamos prontos para lutar nas ruas deste país. Este não é o momento para uma esquerda frouxa, lembrou que hoje o ex-governador Leonel Brizola, morto em 2004, completaria 96 anos. E que o líder pedetista era um exemplo de resistência e enfrentamento, inclusive à TV Globo.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Fotos e vídeo: Assis Ramalho


0 comentários:

Postar um comentário