Publicidade

Dívida de R$ 430 mil em cassino de luxo de Las Vegas põe Luxemburgo na mira da Justiça


O técnico Vanderlei Luxemburgo, hoje no Cruzeiro, está enfrentando mais um problema extracampo. Dessa vez, o hotel e cassino Wynn Las Vegas (EUA) acusa o treinador de ter uma dívida de 139 mil dólares, ou cerca de R$ 428 mil, e procurou o sistema judiciário brasileiro para tentar amenizar o prejuízo, de acordo com apuração do ESPN.com.br.

O Wynn, um dos mais caros e luxuosos cassinos da região, contratou advogados no Brasil e encaminhou cópias dos documentos assinados por Vanderlei quando passou pelo local, em 28 de fevereiro de 2014.

Na ocasião, o treinador — que estava desempregado — deixou um cheque promissório no valor de 300 mil dólares, a ser pago até o dia 29 de maio do mesmo ano. Mas Luxemburgo só quitou 161 mil dólares e ficou devendo o restante.

Diego Garcia, do ESPN.com.br

Comentários

Publicidade