Publicidade

Professor de PE que fizer greve só vai receber salário dia 5 de maio


Além de descontar os dias parados dos professores que aderirem à greve, o governo do Estado vai pagar o salário desses servidores em dia diferente dos demais trabalhadores da educação. Quem participar da paralisação só receberá dia 5 de maio, enquanto aqueles que não fizerem greve terão o vencimento depositado no dia 29 de abril.

Portaria que regulamenta as decisões do Estado foi publicada no Diário Oficial de Pernambuco desta quarta-feira (14). Segundo texto, os professores lotados nas escolas de referência que estiverem em greve poderão ser transferidos. Os contratados temporariamente poderão ter os contratos rescindidos.

A greve dos professores começou segunda-feira. Estudam na rede estadual cerca de 650 mil alunos.

Do JC Online

Comentários

Publicidade