Publicidade

Proinfância investe mais de R$ 10 bilhões na construção de creches

Programa contribui para reestruturar a rede de educação infantil pública e garantir o acesso à escola desde a primeira infância

Garantir o direito à educação de qualidade e cuidados básicos desde a primeira infância. Este é o principal objetivo do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância), que já investiu mais de R$ 10 bilhões de reais na construção de creches e pré-escolas em todo o País.

Criado em 2007 pelo Ministério da Educação (MEC), como parte das ações do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), a iniciativa contribui para reestruturar a rede de educação infantil pública, que antes era responsabilidade, apenas, dos municípios e do Distrito Federal.

O Programa funciona a partir de uma rede articulada com as prefeituras. Durante todo o processo, são realizadas avaliações diagnósticas a fim de verificar as necessidades básicas do município, em seguida são firmados convênios e o repasse dos recursos é destinado à construção e compra de móveis e equipamentos.

Pedagogia escolar

As creches são consideradas ambientes escolares de apoio pedagógico que contribuem para o desenvolvimento escolar das crianças. A partir do primeiro contato com os colegas de classes e os professores, o aluno aprende a se sociabilizar e a compartilhar brincadeiras.

“É o primeiro momento que eles vivem em sociedade, saem do aconchego da família e fazem novas amizades. No ambiente, trabalhamos o pedagógico, além disso, a criança aprende as primeiras letras, as primeiras palavras e a andar”, afirma a coordenadora pedagógica, Maria Daliane Carvalho.

Só no Distrito Federal mais de 100 creches contam com recursos do Proinfância. Os prédios são adaptados à rotina das crianças de 0 a 5 anos, com pátio espaçoso, cozinha equipada, parquinho, berçário, fraldário, videoteca e até sala de informática.

“O trabalho é todo coordenado com as professoras para que através dos equipamentos, a criança possa usufruir do aprendizado como contação de história na sala da videoteca. Já na sala de informática pode se trabalhado as formas geométricas, números e letras com alunos do berçário”, elenca a diretora de creche, Verônica Bueno.

Investimentos

Segundo o MEC, 4.178 municípios foram beneficiados e 8.787 creches do Proinfância contratadas. Deste total, 6.516 construções já foram concluídas (2.533) ou ainda estão em obras (3.983).

Para este ano, o número de contratos e parcerias deve ser ampliado. Isto porque a meta do Plano Nacional de Educação aprovado no ano passado, é universalizar o acesso das crianças de 4-5 anos à educação infantil até 2016, bem como ampliar as vagas em creches para atender no mínimo 50% das crianças de até 3 anos de idade até 2024.

“Sabemos da importância disso do ponto de vista da qualidade de ensino, também da importância social das mães poderem trabalhar enquanto as suas crianças estão nas unidades de ensino infantil”, afirma o secretário executivo do MEC, Luís Cláudio Costa.

Fontes: Portal Brasil com informações do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação e TV NBR

Comentários

Publicidade