Publicidade

Jatobá: Em votação acirrada, vereador Eduardo Júnior (PSB) é eleito presidente da Câmara para o biênio 2015-2016

Eduardo Júnior (PSB) será o novo presidente da Câmara Municipal de Jatobá a partir de 1º de janeiro
Chapa 01de Nestor Soares (PP) foi derrotada por diferença de um voto
Público lotou o auditório da Câmara para prestigiar o evento

Foi realizada ontem, terça-feira (16), na Câmara de Vereadores de Jatobá, a décima sessão ordinária do período. A sessão contou com a casa lotada, onde foram lidas as atas das reuniões anteriores, portarias e os requerimentos para composição da mesa diretora biênio 2015/2016. Duas chapas concorreram à eleição, foram elas:

CHAPA 01
Nestor Soares (PP) – Presidente, Alessandro Baga (SDD) – 1º Secretário, Dione Laertison (PROS) – 2º Secretário.

CHAPA 02
Eduardo Júnior (PSB) – Presidente, Eraldo José (PT) – 1º Secretário, Mardônio Varjão (SDD) – 2º Secretário.

Após a contagem dos votos, com 05 votos a 04 a chapa vencedora foi a 02, onde Eduardo Júnior passa a ser o novo Presidente da Câmara a partir de 01 de Janeiro de 2015.

Após o resultado da eleição, os vereadores fizeram suas considerações, onde o Vereador Nestor Soares foi um dos que registrou maior inconformidade diante dos resultados. Confira abaixo pronunciamento de cada vereador que fez uso da tribuna:

O primeiro a iniciar seu discurso foi o vereador Jailton Pereira (Nenen do Hospital), que iniciou dizendo que a cada dia vivenciado na política estava sendo um aprendizado para ele, em seguida falou uma pouco da historia de sua vida, onde nasceu em Petrolândia e veio para Jatobá no ano de 1988. Falou de suas dificuldades quando criança e de sua luta pra chegar aonde chegou. Disse ainda que não era vereador de 392 votos e sim vereador de toda populaçãoJatobaense. Em seguida falou do valor de sua dignidade e do orgulho que tinha em ser “Maqueiro”, pois era o único emprego que ele tinha, pois o cargo de Vereador foi dado pelo povo e hoje ele estava e amanhã poderia não estar mais. Finalizou desejando boas festas a todos.

Vereador Eraldo José (Eraldo do PT):
Eraldo iniciou agradecendo a presença de todos, e falou que era bom sempre a população se fazer presente nas reuniões, pois assim ficam informados de tudo que esta acontecendo no Município. Falou da parceria que os mesmos fizeram com o Vereador Eduardo Júnior, onde a convite dos Vereadores Mardônio Varjão, Paulo Daltro e Moisés chegaram a um consenso e decidiram votar em Eduardo para presidente daquela casa. Deixou bem claro a todos que não foi feito nenhuma proposta para que Eduardo passasse a ser situação, pelo contrário Eduardo continuava com sua postura. Em seguida disse que a parceria foi feita no intuito de administrar aquela casa legislativa e defender o interesse de todos os Jatobaenses. Finalizou falando da felicidade que sentia naquele momento, pois tinha sido o vereador mais votado de 2012 e agora ocuparia o cargo de 1º Secretário naquela casa.

Vereador Nestor Soares:
Nestor inicia suas palavras falando da situação caótica em que estava vivendo o Município de Jatobá. Disse que o município retrocedeu e quase nada foi feito, onde o que foi começado estava há meses parado a exemplo da Praça Matriz. Falou se dirigindo ao Vereador Paulo Daltro onde estava o tão famoso pacote de obras anunciado por ele naquela tribuna, indagou ainda que o tal pacote de obras ainda não tinha sido aberto. Perguntou sobre os mais de R$ 9 milhões de Royalties que entrou no município, pois até agora ninguém sabia, pois este dinheiro era pra ser investido em obras e bens duráveis. Em seguida parabenizou ao prefeito pela vitória do seu grupo nas eleições daquela casa, parabenizou o grupo e disse que eles conseguiram fazer o que ele achava quase impossível que era eles ganharem, pois eles tinham um grupo forte e unido. Falou ainda que até o dia de ontem ele era o Presidente eleito, pois ele tinha um grupo de Vereadores aparentemente unidos e fiéis que fazia inveja a qualquer um, mas que existia no meio deles alguém com uma terrível obsessão por poder onde o mesmo se desfez de todos os princípios morais e éticos para barganhar a presidência da Câmara. Disse que falava isso em sua melhor forma de se expressar para não falar sobre possíveis negociatas ou coisa pior. Disse ainda que não havia necessidade do Vereador Eduardo Júnior ter feito isso, pois nunca houve interesse por parte dele (Nestor) de ser Presidente daquela casa e disse que Eduardo os apunhalou pelas costas, traindo não só a seu grupo de vereadores mais a toda população que confiavam em seu trabalho. Finalizou dizendo que companheiro fiel à gente nunca perde o que a gente perde é porque ele nunca foi companheiro.

Vereador Eduardo Júnior:

Eduardo iniciou suas palavras pedindo sabedoria para desenvolver os trabalhos naquela casa legislativa e agradeceu aos vereadores que o confiaram aquela responsabilidade. Falou que continuava defendendo seus ideais políticos e prosseguia com o mesmo pensamento sobre a atual situação do município e não era porque foi eleito presidente que tinha feito alguma negociata com o prefeito ou ex-prefeito, pois graças a Deus não precisava. Em seguida falou que estava sendo tachado de traidor pelos seus próprios companheiros, mas entendia a situação e os perdoava. Disse que a decisão em ser candidato a presidente daquela casa não tinha sido uma decisão pessoal, foi aconselhado por amigos e familiares e que em reconhecimento a estas pessoas e principalmente a Deus é que continuaria sendo uma pessoa de valor e caráter jamais seria uma pessoa que possuía preço. Disse que era um momento muito importante para sua jornada onde aprendeu com quem menos esperava e acreditando na união daquela casa para o fortalecimento da cidade de Jatobá sonhava em fazer uma das melhores gestões que aquela casa já teve. Disse que faria uma gestão de participação, oportunidades e respeito para com todos. Disse dirigindo-se ao vereador Nestor que havia se candidatado não com ambição até porque há muito tempo tinham um compromisso e que negociatas o mesmo nunca precisou e nem irá precisar e que se algum político do município já fez não seria ele que iria fazer, pois tinha a consciência limpa. Encerrou desejando uma ótima noite a todos.

Vereador Paulo Daltro:

Paulo Daltro iniciou suas palavras cumprimentando a bancada de vereadores e a toda população presente e falou quão era difícil a eleição para presidente da câmara. Falou que amigos se tornavam inimigos e inimigos se tornavam amigos e isso mexia muito com os sentimentos de todos os envolvidos. Disse que oportunidade todos tiveram, pois foram dois grupos que tiveram votos. Parabenizou o grupo ao qual estava presente e ao Vereador Nestor pela força que mostrou e pelas amizades que tinha. Em seguida parabenizou o vereador Eduardo pela lisura em que foi conduzido o processo e a transparência. Parabenizou o trabalho de todos os vereadores e desejou um feliz natal e um próspero ano novo a todos.

Vereador Alessandro Feitosa:

O vereador iniciou sua fala falando dos problemas do município onde estava à espera de informações por parte do gestor sobre esta crise em que atualmente estavam vivendo. Falou da tão falada transformação e que muitos ainda tinham sentimentos egoístas e só pensavam em si próprios. Teceu duras críticas a atual gestão e disse que os desserviços pairavam sobre a cidade onde nada foi feito ao longo dos quase 02 anos. Encerrou desejando boas festas a todos.

A sessão foi encerrada pelo vereador Dione, que falou da importância da população está acompanhando de perto tudo que acontecia naquela casa. Em seguida desejou boa sorte a nova mesa diretora e disse que continuaria com seu trabalho em defesa da população Jatobaense.

Informações e fotos: Portal de Jatobá

Comentários

Publicidade