sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Petrolândia: Voluntários realizam sonho de Zé do Picolé

Zé do Picolé: emoção de ver seu sonho realizado
Fotos: Assis Ramalho
Carrinho-térmico sendo entregue na casa de Zé do Picolé, na Quadra 01
Entrega de freezer doado pelos voluntários
Zé do Picolé almoça no Restaurante Donna Júlia, enquanto surpresa é preparada em sua residência
Zé do Picolé recebe o valor excedente arrecadado para realizar seu sonho
Momento de agradecimento

A solidariedade é um sentimento que leva os homens a se ajudarem mutuamente, sem querer ou pedir nada em troca. Pessoas solidárias expressam mais satisfação pela vida e desenvolvem maior capacidade em lidar com as dificuldades e costumam ser mais felizes, encontrando sentido para suas ações e atitudes. Pensando desta forma, um grupo de voluntários de Petrolândia, no Sertão de Pernambuco, decidiu realizar o sonho de José Sancho Viana, 49 anos, mais conhecido por Zé do Picolé.

Homem humilde e trabalhador, bastante conhecido na cidade, Zé do Picolé sustenta a sua família - esposa e dois filhos - vendendo picolés e coletando material reciclável na cidade. José Sancho sempre disse ter um sonho que era ter um carrinho para vender, nas ruas e eventos da cidade, água de coco, refrigerantes, água mineral etc. O sonho, segundo ele, estaria completo quando pudesse também possuir um freezer.

Sensibilizados, os irmãos Inaldo e Iran, cabeleireiros do Salão Recife, no centro da cidade de Petrolândia, uniram-se a um  empresário da cidade e à professora aposentada Lúcia Viana e resolveram realizar o sonho de Zé do Picolé. Para isso, realizaram uma campanha de arrecadação e, em aproximadamente 30 dias, com a ajuda de pessoas solidárias da cidade, obtiveram a quantia necessária a compra do material, com sobra. O valor excedente foi entregue em espécie ao beneficiado.

Após a compra do freezer e do carrinho, o grupo decidiu fazer uma surpresa a Zé do Picolé. Nesta quinta-feira (27), Dia de Ação de Graças, patrocinaram o almoço de Zé do Picolé em um restaurante da cidade (Donna Júlia), em companhia de sua filha, Sara Eduarda, que também desconhecia a surpresa preparada. Na ausência de Zé, o material doado foi colocado na sua residência, localizada na rua Odilon Pereira da Silva, na Quadra 01 de Petrolândia.

Após o almoço, Zé e sua filha foram levados para casa. Visivelmente emocionado ao se deparar com seu sonho realizado, Zé do Picolé não conteve as lágrimas. A filha também se emocionou e lembrou de uma frase dita recentemente por seu pai. "Dias atrás, ele me presenteou com um tablet, porque sabia que eu estava precisando para estudar. Quando ele me entregou o tablet, dizendo que tinha comprado em prestação em uma loja, eu disse 'mas como o senhor vai pagar?' e ele respondeu 'não se preocupe, minha filha, porque o seu pai tem coragem de trabalhar, eu vendo picolé, cato papelão, mas eu lhe garanto que eu vou pagar', disse a filha, entre lágrimas.

Além do freezer e do carrinho, Zé do Picolé ainda recebeu R$ 1.071,00 (um mil e setenta e um reais), valor restante da campanha da arrecadação, além de 10 fardos de água mineral de 500 ml, 100 unidades de coco verde e material descartável (copos, canudos, colheres etc), suficientes para iniciar suas atividades. 

No final do encontro, todos de mãos dadas, fizeram orações a Deus em agradecimento. 

Abaixo, a prestação de contas do grupo solidário, com os agradecimentos a todos que participaram da campanha:

Valor arrecadado: ................ R$ 4.039,00
Material e despesas................. R$ 2.968,00
Valor entregue em espécie.......R$ 1.071,00

Ver mais fotos, clique > Grupo de voluntários realizam o sonho de Zé do Picolé
Assis Ramalho entre Zé do Picolé e Sara Eduarda
Zé do Picolé em foto com a equipe de funcionárias do Restaurante Don Júlia

Redação do Blog de Assis Ramalho
Fotos: Assis Ramalho

Notícias relacionadas (clique para ler)
>Petrolândia: Comunidade realiza mutirão para construção de moradia para menores órfãos
>Petrolândia: Mutirão de solidariedade entrega casa no Bairro Nova Esperança

Um comentário: