Publicidade

Petrolândia: Beneficiários da Verba de Manutenção Temporária (VMT) paga pela Chesf recebem nesta terça (12)




Os reassentados dos Projetos de Irrigação Barreiras-Bloco 01 e Icó-Mandantes, no município de Petrolândia, com direito a receber a Verba de Manutenção Temporária (VMT), paga pela Companhia Hidrelétrica do São Francisco-Chesf, receberão a primeira parcela de 2019 nesta terça-feira, dia 12. 

A parcela referente a janeiro deste ano foi paga antecipadamente, no dia 21 de dezembro passado.

O calendário semestral de pagamento, divulgado pela Chesf, sujeito a alteração, informa que os próximos pagamentos serão em 15 de março, 16 de abril, 17 de maio e 18 de junho.

O que é a VMT?
Nos anos 80, durante o processo de desocupação de terras promovido pela Chesf nos municípios de Glória, Rodelas, Chorrochó (na Bahia), Petrolândia, Itacuruba, Belém de São Francisco e Floresta (em Pernambuco), para construção da Usina Hidrelétrica de Itaparica, hoje Usina Luiz Gonzaga, gerou grande pressão da comunidade atingida. Em 1986, sindicalistas e agricultores forçaram a paralisação das atividades do canteiro de obras e, após negociações, foi celebrado um acordo entre a Chesf e a população atingida pela construção de hidrelétrica, representada pelo Polo Sindical dos Trabalhadores Rurais do Submédio do São Francisco. Foi, então, estipulada uma remuneração mensal, intitulada de Verba de Manutenção Temporária (VMT) para garantir a subsistência do grupo familiar atingido pela barragem, até que houvesse a primeira colheita nos respectivos locais de reassentamento.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações do STR-Petrolândia e Justiça em Foco

Comentários

Publicidade