domingo, 3 de junho de 2018

Petrolândia: O Brasil que eu quero: por Tony Xavier, o poeta do povo


O Brasil que eu quero
Por Tony Xavier - O poeta do povo

Ninguém veio perguntar
Até hoje eu espero
Mesmo assim eu vou falar
Os meus desejos sinceros,
Na mais pura realidade,
Eu vou dizer na verdade,
Qual o Brasil que eu quero.

Quero um Brasil onde todos
Possam ter a liberdade
Seja nas ruas, nos campos
Ou no centro das cidades;
Que todos tenham respeito,
Que não haja preconceitos,
Com ninguém da humanidade.

Quero um Brasil de harmonia
Onde todos tenham paz
Onde exista a alegria
E tristezas nunca mais;
Sem malícias, falsidades,
Que prevaleça a amizade,
Dos velhos tempos atrás.

Quero um Brasil onde o amor
Seja a maior riqueza
Ver ás crianças sorrindo
Eliminado a tristeza;
Sem muros altos ou cercados,
Todos juntos, lado a lado,
E que não haja pobreza.

Quero um Brasil com políticos
Trabalhando pra nação
Construindo moradias
Que a ninguém lhe falte o Pão;
Que trabalhem de verdade,
Com amor a sociedade,
Sem haver corrupção.

Quero um Brasil onde o povo
Tenha sempre segurança
Que invistam na saúde,
E escolas para ás crianças;
Onde possamos andar,
Sem medo de não chegar,
Onde haja confiança.

Quero um Brasil mais justo
Onde não haja agressores
Com um salário mais digno
Para os nossos Professores
São deles a educação,
E de toda profissão,
Eles são os formadores.

Quero um Brasil onde todos
Usem a honestidade
Compartilhando sorrisos
Fazendo sempre amizades;
Distribuindo a riqueza,
Amando a natureza,
Com muita dignidade.

Quero um Brasil onde o povo
Desfile nas avenidas
Sem explosões pelas ruas
E sem ter balas perdidas
É somente o que eu espero,
É esse o Brasil que eu quero,
Pra o resto das nossas vidas!

O Brasil que eu quero
Autor: Tony Xavier - O poeta do povo


0 comentários:

Postar um comentário