Publicidade
ESTE BLOG ESTÁ EM REFORMA. AGRADECEMOS A COMPREENSÃO.

Dois tucanos apreendidos em Olinda são entregues à CPRH

Denúncia à Ouvidoria da SDS resultou na apreensão das aves na casa de um morador dos Bultrins (Foto: Divulgação/CPRH)

Agentes da Delegacia de Polícia do Meio Ambiente (Depoma), da Polícia Civil, entregaram à Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), no final da tarde desta segunda (16), dois tucanos que foram apreendidos na residência de um morador do Bairro dos Bultrins, em Olinda. A apreensão, ocorrida no início da tarde, foi motivada por uma denúncia anônima feita à Ouvidoria da Secretaria de Defesa Social (SDS). As duas aves, uma adulta e outra jovem, serão encaminhadas nesta terça (17) para reabilitação no Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara) e, posteriormente, serão repatriadas para uma região de origem, para serem devolvidas à natureza.

A manifestação feita à Ouvidoria da SDS apontava um endereço onde, supostamente, seriam criados animais silvestres em cativeiro e também cachorros presos em gaiolas. Na ação, os policiais encontram os dois tucanos da espécie tucanuçu, também conhecida como tucano-toco (Ramphastos toco), e fizeram a apreensão. Trata-se do maior dos tucanos, conforme especialistas, e é uma espécie presente principalmente no Brasil Central e na Amazônia.

Foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) em desfavor do morador da residência, Ideildo Lucena Moura da Silva Júnior, e, conforme a legislação, a informação foi passada ao Ministério Público. Conforme os agentes da Depoma que levaram os tucanos à CPRH, Ideildo negou que seja criador de animais silvestres. Seu relato foi o de que comprou os tucanos numa feira livre porque sentiu pena deles. A comercialização de animais silvestres configura crime ambiental, assim como mantê-los em cativeiro, caso os mesmos não sejam oriundos de criadouros legalizados.

Núcleo de Comunicação Social e Educação Ambiental - NCSEA
Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH

Comentários

Publicidade