terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Segundo exame antidoping de Anderson Silva dá negativo


O resultado do segundo exame antidoping surpresa feito por Anderson Silva 13 dias antes da luta contra o norte-americano Nick Diaz, em Las Vegas (EUA), deu negativo para a substância HGH (hormônio humano de crescimento). A informação foi revelada nesta segunda-feira pelo site especializado MMA Junkie.

Esse segundo teste não é a contraprova do primeiro exame, que deu positivo para as substâncias drostanolona e androsterona. A equipe do lutador deve entrar com pedido de contraprova nos próximos dias sobre o primeiro exame.

O novo exame antidoping também foi feito pelo Laboratório de Medicina Esportiva da Universidade de Salt Lake City, credenciado pela Agência Mundial Antidoping (WADA), que havia realizado primeiro teste do dia 9 de janeiro e constatou o doping do lutador.

A Comissão Atlética de Nevada recebeu os resultados do segundo exame antidoping em 2 de fevereiro, ou seja, um dia antes de ter em mãos o teste positivo do primeiro exame do lutador. Como esse segundo deu negativo, não o trouxeram a público naquele momento.

Os resultados do antidoping feito pelo ex-campeão dos médios do UFC em 31 de janeiro, no dia da luta, ainda não foram revelados.

Anderson Silva será julgado pelo resultado positivo pela Comissão Atlética de Nevada, que é o órgão regulador do esporte ligado ao governo, no dia 17 de fevereiro. É a comissão que encomenda os testes para o Laboratório de Pesquisa de Medicina Esportiva e Exames de Utah e que depois repassa para o UFC, procedimento idêntico ao adotado com as firmas que promovem lutas de boxe.

Se for considerado culpado, pode pegar uma suspensão de 9 meses a um ano, sua vitória sobre Nick Diaz será transformada em no-contest (sem resultado), além de ter de pagar uma multa.

Zero Hora

Nenhum comentário:

Postar um comentário