domingo, 1 de setembro de 2019

Cooperação entre Brasil e Alemanha realiza projeto para buscar reduzir a escassez hídrica no Nordeste do Brasil


O Projeto Bramar, realizado por uma cooperação bilateral entre o Brasil e a Alemanha, tem como objetivo melhorar a gestão integrada dos recursos hídricos no semiárido do nordeste brasileiro. De acordo com o especialista em Recursos Hídricos da Agência Nacional de Águas (ANA), Marcos Freitas, “o projeto pesquisou estratégias e tecnologias para mitigação da escassez hídrica em cinco áreas: Sumé, Mossoró, Recife, Campina Grande e João Pessoa, além de apresentar proposições de aplicação de tecnologias como o reuso da água e recarga gerenciada de aquíferos”. Freitas representou a ANA na coordenação do projeto.

Iniciado em 2014, o projeto foi finalizado em 2018 e resultou no livro Projeto Bramar: mitigação da escassez de água no Nordeste do Brasil, que reúne artigos científicos, teses e estudos que servem de base para uma melhor gestão dos recursos hídricos. Durante os quatro anos de pesquisa, foram implantados projetos piloto de reuso de água e recarga gerenciada de aquíferos em diversas áreas no Nordeste e foi desenvolvida uma plataforma de apoio à tomada de decisão para apoiar ações estratégicas relativas à implementação da gestão integrada de recursos hídricos. O projeto foi financiado pelo Ministério Federal de Educação e Pesquisa (Alemanha) e pela Financiadora de Inovação e Pesquisa – Finep (Brasil).

O projeto contou com o apoio e parceria de 26 instituições brasileiras e alemãs, entre universidades, institutos de pesquisa e empresas privadas.

O livro foi editado e publicado pela Universidade de Aachen, em inglês e português, e vem sendo distribuído pelos parceiros participantes do projeto.

Assessoria de Comunicação CBHSF

Nenhum comentário:

Postar um comentário