domingo, 24 de setembro de 2017

Petrolândia: Associação Quilombola Borda do Lago divulga nota sobre reunião com ex-vereador Fabiano Marques, nesse sábado (23)

Foto: Lúcia Xavier/Arquivo BlogAR

Nota de Esclarecimento

Assis, a Associação Quilombola Borda do.Lago, localizada na Agrovila 4 da Reta, entre os municípios de Tacaratu e Petrolândia, vem por meio desta esclarecer os pontos da fala do senhor Fabiano Marques, ex-vereador da cidade de Petrolândia.

1. Água para o consumo humano: Como todos sabem, quem domina a água das agrovilas da Reta é a Chesf, até 2021, e depois passará para a Prefeitura de Tacaratu. Hoje, o problema da água se encontra no.MPF (Ministério Público Federal) de Serra Talhada, onde, em reunião com representantes do Sindicato Rural e lideranças das comunidades, a Chesf fez uma acordo que, em 60 dias resolveria o caso. Caso contrário, Sindicato Rural, através de seu Maurício e Natan, vão acionar o MPF novamente. Assis, como.todos sabem, a Agrovila 4 passou a ser denominada como comunidade quilombola, declarada pela Fundação Palmares e pelo D.O.U. (Diário Oficial da União), como pertencente ao município de Petrolândia. Hoje, a Prefeitura de Petrolândia trabalha na comunidade quilombola,  colocando caminhão pipa. Hoje, temos marcado na comunidade quilombola Agrovila 4 da Reta um poço artesiano que será perfurado através da Codevasf, conseguido pelo ex-gestor (de Petrolândia) Lourival Simões, para resolver essa questão da água. A Prefeitura de Tacaratu, através do prefeito Gerson, também indicou um poço para a comunidade. Como todos sabem, como a Agrovila 4 da Reta como bloco pertence a Tacaratu e como Comunidade Quilombola Borda do Lago pertence a Petrolândia. Nessa questão de água, estamos sofrendo sim, mas estamos sofrendo por causa da Chesf e não pelo governantes.

Caro Assis, outro ponto que (o ex-vereador) tocou foi (a gente ser) esquecido pelos governantes.

Enquanto Agrovila 4 pertencendo a Tacaratu e como Comunidade Quilombola Borda do Lago pertencendo a Petrolândia, os dois (Municípios), Tacaratu e Petrolândia, trabalham dentro da comunidade quilombola. Exemplo: ônibus da Saúde de Petrolândia atende na comunidade e várias coisas que, quando a comunidade precisa, a prefeita não nega. Tacaratu também age de forma coerente, oferecendo vacinas e Agente Comunitário de Saúde.

Acho que falta apoio sim, desses governantes que estão em Brasília, desse presidente que quer acabar com os direitos quilombolas, querendo acabar com o Decreto 4.887/03. Enquanto (sobre os) governantes municipais, o povo quilombola não tem nada a dizer. Parabéns para os dois municípios.

Agradecemos pela oportunidade, Assis.

Assina: Associação Quilombola Borda do Lago Negros de Betinho

Notícia relacionada:
>Empresário e ex-vereador Fabiano Jaques visita a Agrovila 04 da Reta

Redação do Blog de Assis Ramalho


0 comentários:

Postar um comentário