sábado, 25 de agosto de 2018

Petrolândia: Após negar acordo com oposição, Dr. Eudes volta atrás e assume apoio a Armando Monteiro

Resultado de imagem para eudes fonseca
Foto: Assis Ramalho/Arquivo BlogAR

O grupo de vereadores supostamente aliados ao governo da Prefeitura de Petrolândia está claramente desagregado, aparentemente sem nenhuma liderança. No mínimo, desorientado. Cada um faz o que quer e articula o que melhor atende aos interesses próprios. A situação da Situação petrolandense foi escancarada, em lances de comédia pastelão, entre o final da tarde dessa sexta (24) e a manhã de hoje (25), após divulgação de reportagem da assessoria da coligação Pernambuco Vai Mudar, enviada à mídia local no final da tarde de ontem. A matéria tratava a passagem da comitiva pelo centro da cidade, no Mercado Público, e almoço com lideranças e militantes, realizado na chácara do ex-vereador Fabiano Marques, no Projeto Apolônio Sales. "Em Petrolândia, aderiram ao palanque de Armando o futuro presidente da Câmara Municipal, Joilton Pereira (PTB) e os vereadores Dedé de França (PSB), Dr. Eudes (PV) e Nilson Pescador (PSDC), todos da base da prefeita Janielma de Souza (PSB)", diz o último parágrafo da matéria.

Apesar de a nota não ter citado os demais vereadores que já compõem o grupo oposicionista local, além de Joilton, como José Luiz (Zé Pezão), também do PTB, e Jorge Viana, do PSL, o texto ligou o alarme de incêndio - ou pressionou o botão de pânico - no grupo municipal que apoia a reeleição de Paulo Câmara (Frente Popular de Pernambuco), em articulação liderada pelo PSB, a partir do Executivo Municipal. 

Na noite anterior (23), foi inaugurado na cidade o comitê de campanha de Augusto Coutinho e Alberto Feitosa, do Solidariedade-SD, candidatos a reeleição como deputados federal e estadual, respectivamente. No palanque, diante da prefeita, dos ex-prefeitos Dr. Marcos e Lourival Simões, todos do PSB, e de outros vereadores, lideranças políticas e de comitiva de Jatobá, composta pela prefeita Goreti Varjão, seu marido Itomar Varjão e vereadores da cidade vizinha, os edis petrolandenses Eudes Fonseca e Nilson Pescador pronunciaram-se ao microfone para pedir ao público apoio aos candidatos. Dedé de França e Delano Santos, ambos do PSB, não compareceram ao evento. Ver vídeos abaixo.

Vídeos gravados durante inauguração do comitê de Augusto Coutinho e Alberto Feitosa

No dia seguinte ao ato de inauguração, após o almoço de adesão da chapa Pernambuco Vai Mudar, os vereadores Eudes Fonseca, Dedé de França (PSB) e Nilson Pescador reuniram-se, em encontro articulado por eles próprios, com o candidato a governador Armando Monteiro, na chácara de Joilton. Selado o acordo de apoio, a assessoria produziu a divulgação da notícia, em pauta-bomba para o município.

Após a explosão do artefato, o Blog de Assis Ramalho recebeu, por app de troca de mensagens, na noite dessa sexta, uma nota enviada pelo vereador Eudes Fonseca, em nome também dos companheiros Dedé de França e Nilson Pescador, para desmentir o apoio divulgado na matéria da assessoria da coligação Pernambuco Vai Mudar. O pedido de publicação foi reforçado por nova mensagem, com recomendação de urgência, com print da nota enviada a este Blog pelo vereador, além de telefonema de um dos articuladores da campanha da Frente Popular em Petrolândia. A nota foi publicada, com desmentido sobre o apoio dos três vereadores a Armando e justificativa de que a visita deles à chácara deu-se após convite do anfitrião e em respeito ao futuro presidente da Mesa Diretora da Casa Aureliano de Menezes, Joilton.



Aberrantemente, cerca de uma hora após a publicação da nota neste Blog, o vereador Eudes Fonseca, desta vez em ligação telefônica, pede que o nome do nobre colega Nilson Pescador seja retirado dos subscritores da suposta nota conjunta, sob alegativa de que "não conseguiu falar com ele". O nome de Nilson Pescador foi excluído da manchete e do conteúdo da nota. Nada mais foi recebido por esta reportagem sobre o assunto, até a manhã deste sábado (25), quando, por meio da assessoria do vereador Eudes, ficou o desdito por não dito e o escrito por suspeito de não ter sido escrito. Abaixo, a nota enviada à nossa redação, e a nota ficou assim: 

"A respeito da matéria divulgada em blog sobre o suposto apoio dos Vereadores Eudes Fonseca e Dedé de França, os mesmos esclarecem que, devido ao grande respeito ao Presidente eleito da Câmara de Vereadores de Petrolândia, Vereador Joilton, nosso amigo e líder no legislativo municipal, aceitamos o convite para momento festivo onde estava presente o Senador Armando Monteiro.

Temos todo respeito ao Senador e não fazemos política com inimizade.

Entretanto, esclarecemos que apoiamos para o Governo do Estado o atual Governador Paulo Câmara. Acrescentamos ainda que fazemos parte da base da Prefeita Jane Souza e acompanhamos o seu palanque majoritário.

Vereadores Eudes Fonseca e Dedé de França."

Em seguida, em texto não enviado imediatamente ao Blog de Assis Ramalho (enviado à nossa redação na manhã deste sábado), foi publicado em blog local o seguinte desmentido do desmentido.

Caro amigo blogueiro.

Nós Vereadores Eudes Fonseca, Nílson pescadores e Dedé de França, depois de uma reunião entre nós três, queremos esclarecer a toda população de Petrolândia, que vem acompanhado as notas que foram publicadas a nosso respeito.

Na manhã de hoje (24/08/18) tivemos um encontro na roça do vereador joilton a convite do mesmo, a fins de escutar as propostas do candidato a governador Armando Monteiro e seu candidatos ao senado.

Depois de muita conversa firmamos o compromisso de apoio o candidato Armando Monteiro.

Também queremos esclarecer que fazemos parte do grupo de situação e que iremos apoia alguns dos deputados da base governista.

Entendemos que devemos fazer política de forma democrática e que temos o direito de escolher nossos candidatos de forma pacífica e com esclarecimento.

Deixamos claro que nosso compromisso permanece com o candidato a governador Armando Monteiro e seus senadores.

Desde já agradecemos a atenção de todos!



Assinaturas de Eudes Fonseca, Enilson Luiz (Nilson Pescador) e Erinaldo Alencar (Dedé de França)

Enquanto a Oposição em Petrolândia voa em céu de brigadeiro rumo às eleições de 2020, o apoio dos vereadores, que ora se declaram pertencentes ao grupo de situação, aliados da prefeita Janielma pela reeleição do PSB, mas, aderiram à oposição municipal em apoio a Armando, Mendonça Filho e Bruno Araújo (somente na majoritária, sem contar as incongruências nas proporcionais), coloca em xeque não apenas a consistência da campanha de reeleição do governador Paulo Câmara em Petrolândia, como evidencia a falta de coesão da bancada governista no município, a começar pelo próprio PSB, esfacelado em apoios a diversos políticos. Em linguagem bem popular, a base desagregada do PSB municipal está, ao sabor dos ventos, "atirando para todos os lados" - pela culatra e nos próprios pés, na maioria das vezes. A unidade, a credibilidade, a representação e a representatividade dos próprios integrantes estão entre as vítimas. Faz-se evidente que os interesses individuais estão acima do fortalecimento da majoritária que, em tese, seria maior do que cada um e demonstraria a tendência natural do diretório. Noutras palavras: extinto o "amor" no grupo governista local, vive-se de aparências, em nome das conveniências, mas, as infidelidades são públicas e notórias.

Entre os candidatos da Frente Popular encabeçada pelo PSB, Dedé de França apoia somente Alberto Feitosa. O atual presidente da Câmara Municipal, Delano Santos, apesar de ausente à inauguração do comitê na cidade, é contado entre os apoiadores de Alberto Feitosa. Membros do PSB, respectivamente, presidente e vice-presidente da Câmara Municipal, Delano e Dedé trabalham pela reeleição do deputado federal Fernando Filho (DEM), integrante da coligação Pernambuco Vai Mudar. Cite-se que a família Coelho, de Petrolina, tem longa ligação política com Petrolândia, o que parece explicar a ausência do ex-prefeito Amadeu Lima nos atos e palanque do PSB nestas eleições.

Eleito, junto com Louro do Vidro PCdoB), no palanque da coligação que apoiou Dr. João Lopes, ou seja, na oposição, Nilson Pescador declarou sua adesão à majoritária com Armando, seus senadores, alinhado com o Diretório Estadual do PSDC. Ele apoia Coutinho para federal e a reeleição de Everaldo Cabral (PP), ambos candidatos da Frente Popular de Pernambuco. Ligado por vínculo familiar ao ex-prefeito José Dantas de Lima (PSD), hoje vereador em Jatobá, Cabral pode ser considerado candidato "independente" em Petrolândia, pois está fora dos palanques do governo e oposição.

Quanto ao vereador Eudes Fonseca, que chegou a declarar-se pré-candidato a prefeito e depois a deputado, apoia Coutinho e Feitosa. Na estadual, vai apoiar governador e senadores da Pernambuco Vai Mudar, coligação que abrange o PV, do qual é filiado. Assim, não seria estranho nem errado seguir o direcionamento estadual do partido, com apoio aos candidatos da oposição local. Constrangedor é procurar fazer, fazer, dizer que não fez, depois desdizer que não fez.

Portanto, encerramos este editorial com nossa declaração de repúdio do Blog de Assis Ramalho ao patético desenrolar das informações enviadas a este veículo por fontes oficiais, tidas como confiáveis, e repassadas de boa fé à opinião pública. Pedimos desculpas aos nossos leitores pela vergonha alheia.


Redação do Blog de Assis Ramalho


0 comentários:

Postar um comentário