quinta-feira, 13 de abril de 2017

Estado da Bahia é declarado área livre do Cancro Cítrico


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) publicou na edição do Diário Oficial desta quinta (13) a Resolução Nº 10, emitida em 30 de março deste ano pela Secretaria de Defesa Agropecuária, que confere ao Estado da Bahia o reconhecimento como Área com Praga Ausente para o Cancro Cítrico (Xanthomonas citri subsp. citri).

O cancro cítrico ataca todas as variedades e espécies de citros e é uma das mais graves doenças da citricultura brasileira. A bactéria causadora dessa doença foi introduzida no Brasil em 1957 na região de São Paulo. Ela é de fácil disseminação e um de seus agentes de difusão é o próprio homem. Altamente contagiosa, ela é resistente e consegue sobreviver em vários ambientes por vários meses. Em folhas, ramos e frutos com sintomas, a sobrevivência da bactéria pode durar muitos anos.

Não há medidas capazes de eliminar completamente a doença. As plantas infectadas devem ser erradicadas. Por ser uma "praga" quarentenária o comércio de frutos e seus derivados para países livres da doença fica impedido.

A doença manifesta-se por lesões em folhas, frutos e ramos, e pode provocar a queda dos frutos e folhas contaminados. As lesões podem ter características variadas, podendo ser confundidas com outras doenças e pragas.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Informações: Diário Oficial e Adagro


0 comentários:

Postar um comentário