quarta-feira, 14 de junho de 2017

Petrolândia: Sem poda, árvores dos canteiros da Avenida dos Três Poderes causam transtornos a pedestres


Fotos: Lúcia Xavier

É inegável que uma cidade arborizada é mais saudável, mais bonita, mais agradável de se viver. Porém, plantas e árvores usadas no paisagismo precisam ser escolhidas com cuidado e tratadas com atenção para não se transformarem em problemas. No centro de Petrolândia, por exemplo, onde foram plantadas mudas de nim nos canteiros centrais da Avenida dos Três Poderes, a arborização tem se transformado em obstáculo para os pedestres, por falta de poda das árvores.

Um dos pontos mais prejudicados é a travessia da faixa de pedestres entre o Fórum e o prédio dos Correios. Uma árvore com a copa volumosa e baixa, atrapalha a visão de quem pretende atravessar a pista no sentido do Fórum, além de encobrir o pedestre da visão dos motoristas. Ao longo de toda a avenida, da Pousada Atenize até a Praça de Alimentação, o mesmo problema, exceto onde as mudas são de palmeiras imperiais - quase todas mortas.

No canteiro, as árvores mostram alguns galhos quebrados, mas não parece poda programada, feita pela prefeitura, mas ação dos pedestres para conseguir andar sem machucar o rosto e afastar as folhas para enxergar o trânsito e atravessar a avenida ou transitar no canteiro.

Outra questão relacionada ao paisagismo em Petrolândia são as cercas feitas com a planta coroa de cristo em frente ao prédio da Secretaria de Educação. A planta cresceu demais, em moitas que ameaçam as pessoas que passam no local. Parente do cansanção, além de tóxica, a plantinha provoca arranhões e espetadas bastante dolorosos. Em frente à prefeitura, há espaço de sobra para a cerca feita com essa planta se desenvolver, mas o mesmo não pode ser dito da estreita e movimentada calçada da rua Aureliano de Menezes, principalmente em dias de feira.

Redação do Blog de Assis Ramalho


0 comentários:

Postar um comentário