segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Petrolândia: Setembro da Diversidade começa com adeus a José Ailson (Fernanda) e manifesto contra a homofobia





Em Petrolândia, no Sertão de Pernambuco, este Setembro da Diversidade não começa com todas as cores do arco-íris, apenas com o preto do luto e o vermelho do sangue, com o assassinato de José Ailson das Neves, 34 anos, travesti de nome social Fernanda. Ela morreu com golpes de pedra na cabeça, na madrugada de sábado para domingo (03), às margens do Lago de Itaparica, na Orla Fluvial da cidade. O crime pode ter sido motivado por homofobia.

No velório, realizado na casa da família, na Quadra 10 de Petrolândia, onde familiares, parentes, amigos, a comunidade LGBT acompanhou as homenagens funerais a Fernanda, David Brasil (youtuber David B), Juju Pancadão, e outras e outros. Com bandeiras do Movimento, seguiram o cortejo até o Cemitério São Francisco, onde o corpo foi sepultado - sob aplausos - na tarde desta segunda (04). David B fez um pronunciamento, em frente ao cemitério.




Em Petrolândia, assim como em todo o país, machismo, racismo, intolerância, desrespeito, misoginia e homofobia têm raízes vigorosas, infelizmente, cada vez mais nutridas e aprofundadas em redes e mídias sociais, meios nos quais pessoas que pregam - da boca para fora - a caridade, o Bem e a cultura de paz, deixam cair as máscaras e peles de cordeiros, e mostram-se como realmente são: lobos do homem.

Nossos pêsames à família, nossa solidariedade e respeito às monas, minas e manas.

Ver todas as fotos>Adeus a José Ailson - Fernanda

Redação do Blog de Assis Ramalho
Fotos: Assis Ramalho


0 comentários:

Postar um comentário