terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Prefeitura de Petrolândia esclarece redução drástica do nível do Lago de Itaparica que prejudicou abastecimento no município

Redução brusca no nível do Lago de Itaparica para viabilizar procissão em Penedo-AL causou prejuízos ao abastecimento de água para consumo humano, agricultura e pecuária em Petrolândia (Foto: Cézar Cavalcante)

A Prefeitura de Petrolândia obteve da Chesf a informação de que a baixa brusca no nível do Reservatório de Itaparica, inclusive sendo o menor da história, se deve a uma operação especial, autorizada em conjunto pelo Operador Nacional de Sistema Elétrico (ONS) e Agência Nacional de Águas (ANA). O objetivo foi atender a uma demanda de aumento de volume do Rio São Francisco na altura do Município de Penedo – AL, garantindo a realização da Procissão Centenária do Bom Jesus. Informa ainda que em reunião realizada nessa segunda (09), a ANA e a ONS, definiram o aumento de vazão de Sobradinho em favor de Itaparica, com a perspectiva de em 2 dias recuperar o volume útil e tentar manter o patamar de 10 a 11%. Nível que corresponde ao de 15 dias atrás.

A Chesf ainda informou que a faixa operativa do Reservatório de Itaparica, está entre a mínima na cota 299,00 e a máxima na cota 304,00. Com a baixa brusca chegou-se a cota 299,34, portanto, ainda dentro da variação prevista. Há ainda para apreciação do ONS e ANA, demanda semelhante de liberação de água a partir do Lago de Itaparica para atender outro evento no final do mês em Propriá – SE.

O Município de Petrolândia-PE, manifesta-se contrário a atitudes como essa! Pois, de forma brusca e sem a devida mensuração das consequências, deixou milhares de usuários na região de Itaparica, sem conseguir captar água para consumo humano, agricultura e pecuária. Essa atitude, inconsequente, provocou nos usuários pavor, além de prejuízos. Pois, algumas plantas a depender da fase vegetativa, não suportam um dia sem água.

Ainda com relação a possibilidade de nova operação do gênero, prevista para o final de janeiro, é necessário um planejamento efetivo de forma que as manobras aconteçam mantendo o equilíbrio entre os Lagos do Rio São Francisco, sem penalizar apenas determinada região, como aconteceu com Itaparica.

Por fim, enviaremos ofícios aos órgãos competentes, para que se tenha mais cuidado e transparência em ações que possam prejudicar ainda mais os ribeirinhos e outros usuários do Rio São Francisco.

Petrolândia-PE, 09 de janeiro de 2017.

Ricardo Rodolfo - Prefeito de Petrolândia/PE

Assessoria da Prefeitura Municipal de Petrolândia


Um comentário: