segunda-feira, 1 de agosto de 2016

COM ERRATA: Petrolândia deve ter novo recorde na concorrência pelo cargo de vereador


Atualizada às 12h10 - 01/08/2016

Em Petrolândia, no Sertão de Pernambuco, a pré-campanha - o "esquenta" da campanha eleitoral - movimenta a cidade e as redes sociais. A maior expectativa é nos nomes dos pré-candidatos a vice-prefeito, mas como nunca antes na história deste município houve quatro chapas na majoritária, o número de candidatos a vereadores também deverá superar os 84 registrados nas urnas em 2012.

Na primeira convenção partidária do município, acontecida nesse sábado (30) na Câmara Municipal, a coligação "Petrolândia pode mais" uniu PTB, PSD, PTN, PSDC e PSL no apoio a Fabiano Marques e Rogério Novaes. Na ocasião, foram apresentados nada menos que 44 candidatos a uma das 11 cadeiras na Casa Legislativa Aureliano de Menezes.

Nem todos os partidos terão candidatos a vereador, mas ainda faltam três convenções para definir os palanques de 2016. As pré-candidaturas do PT (Adriana), do PP (Dr. João Lopes) e do PR (Pr. Ricardo Rodolfo) serão oficializadas no último dia permitido para realização das convenções partidárias, na próxima sexta-feira, 05 de agosto. Os candidatos a vereadores serão obrigados a fazer campanhas exemplares, sob os rigores da lei e, em pouquíssimo tempo, conquistar eleitores e enfrentar a grande concorrência. Em 2012, o TSE registrou 94 candidaturas a vereador de Petrolândia. Descontados dois indeferimentos e 10 renúncias, 84 candidatos participaram da eleição. Em 2008, foram 73 candidaturas, com 01 registro indeferido.

A campanha vai ser corrida e trabalhosa. Além de tentar convencer os eleitores de serem as melhores opções para o Legislativo municipal, os candidatos deverão provar a arrecadação dos fundos de campanha, gastar e comprovar quanto e em que foi gasto o dinheiro e, por último, ser bem votado. Candidato sem nenhum voto ou com votação ínfima não será visto com bons olhos pela Justiça Eleitoral. No TSE consta que, em 2012, partidos de Petrolândia fizeram suplentes de vereador com menos de 10 votos. 

A participação de mulheres como candidatas é obrigatória, mas chama a atenção a votação irrisória obtida pela mulheres nos pleitos passados. Em 2012, por exemplo, dos 84 candidatos de Petrolândia, 26 eram mulheres. Com exceção da vereadora Dona Santa, eleita em quarto lugar com 1.016 votos, nenhuma candidata conquistou 200 votos. Incluindo a eleita, apenas 04 (quatro) tiveram mais de 100 votos e somente 06 (seis) mais de 50 votos. Na parte de baixo da tabela elas são maioria: 20 mulheres e 13 homens receberam menos de 50 ou nenhum voto.

ERRATA

EXCLUSÃO DO PARÁGRAFO: "Além de cinco dos 22 partidos existentes no município, a chapa Fabiano/Rogério Novaes conta também o apoio do vereador José Luiz dos Santos (Zé Pezão), presidente do PSC local, apesar de o partido não ser citado no banner da coligação à majoritária. Ou esqueceram de incluir o partido no material da campanha ou Zé Pezão vai tentar a reeleição sem coligação, uma manobra bem arriscada. Em 2012, com um dos candidatos mais bens votados (11º lugar), o PSB não elegeu vereador ao não atingir o quociente eleitoral de 1.763 votos (19.396 votos válidos divididos por 11 vagas). Com 08 candidatos, o partido obteve 1.068 votos, dos quais apenas 09 (nove) para a representatividade feminina feita por três candidatas". 

JUSTIFICATIVA: A assessoria do vereador informa que José Luiz da Silva (Zé Pezão) filiou-se ao PTB, do qual é secretário em Petrolândia. Informa também que o PSC está sem filiados nesta cidade, embora permanece ativo no sistema do TSE.

Redação do Blog de Assis Ramalho


0 comentários:

Postar um comentário