terça-feira, 25 de novembro de 2014

Empresas que absorvem mão-de-obra de reeducandos são premiadas na IV Jornada de Direitos Humanos

Representantes de 18 instituições, que empregam reeducandos do regime aberto e em liberdade condicional, foram premiadas na abertura da IV Jornada de Direitos Humanos, evento que, pelo quarto ano consecutivo celebra o Dia Internacional de Direitos Humanos.

O II Encontro de Empresas Conveniadas ao Patronato Penitenciário foi realizado na noite da quinta-feira, 20, no Auditório do Forte de Cinco Pontas. O evento, que marcou a abertura oficial da IV Jornada de Direitos Humanos, reuniu representantes de instituições que absorvem no estado a mão-de-obra de reeducandos do regime aberto e em liberdade condicional.

O encontro contou com a participação do Secretário Executivo de Justiça e Direitos Humanos, Paulo Moraes; dos Secretários Executivos de Ressocialização, Humberto Inojosa e de Trabalho e Qualificação, Paulo Muniz, do Presidente do Conselho Penitenciário de PE, Jorge Neves, do advogado e juiz aposentado, Adeildo Nunes, além de promotores e empresários.

Durante o evento, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, SEDSDH, por meio da Secretaria Executiva de Justiça e Direitos Humanos, SEJUDH, foram premiadas 18 empresas que apresentam no seu quadro e funcionários reeducandos que já cumpriram pena ou estão em liberdade condicional.

Segundo o Secretário Executivo, Paulo Moraes, atualmente, 350 reeducandos do regime aberto e em liberdade condicional, estão empregados no Recife e RMR. A empregabilidade foi conquistada graças ao Convênio de Cooperação Técnica entre o Patronato Penitenciário de Pernambuco, órgão da SEDSDH/SEJUDH, e empresários do estado. "Por isso estamos aqui hoje para premiá-las pela importante iniciativa". Comemorou Paulo Moraes.

O reeducando Paulo Wanderlan Lino Teixeira, presente ao encontro, falou sobre sua experiência de volta ao mercado de trabalho, se apresentou como auxiliar administrativo na Empetur, e brindou a todos com a feliz notícia de sua aprovação na primeira fase da prova da OAB.

Assessoria de Imprensa e Comunicação/Secretaria Executiva de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário