Publicidade

Suspeito morre baleado durante operação policial em Piranhas, no Sertão de Alagoas

Com sos suspeitos a polícia encontrou armas, celulares, drogas e dinheiro (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Polícia tenta recapturar fugitivos do presidio. Até agora, seis suspeitos foram presos. Operação continua.

Um suspeito morreu durante uma operação desencadeada, nesta quarta-feira (30), na cidade de Piranhas, Sertão de Alagoas, para recapturar detentos que fugiram do presídio Baldomero Cavalcanti, em Maceió. As informações foram confirmadas pelo coronel Eduardo Lucena, comandante de Policiamento da Área I.

A operação é comanda pelo Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão (Copes) e, segundo a assessoria de comunicação da PM, ainda está em andamento.

De acordo com o coronel Eduardo Lucena, seis suspeitos foram presos e serão encaminhados para a Delegacia de Delmiro Gouveia, são eles Fábio Marques da Silva Jaime, Aldair José Vieira da Silva, o "Nego de Irene", George Neves dos Santos, José cícero Alves da Silva, Geovane Pereira dos Santos e José Carleandro Mariano da Silva. Os três últimos são fugitivos do Baldomero Cavalcanti.

Ainda segundo o coronel, a operação foi desencadeada após uma denúncia de que pessoas suspeitas de crimes estavam na região. Duas pessoas conseguiram fugir para um matagal e a polícia tenta capturá-las.



Fuga pela rede de esgoto

No último sábado (26), a Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) informou que havia capturado 12 presidiários do Baldomero Cavalcanti que tentavam fugir da unidade. De acordo com a secretaria, eles serraram as grades da cela no Módulo 4, e acessaram a rede de esgoto para tentar escapar.

Dias depois, a secretaria admitiu que outros 10 presidiários haviam fugido na ocasião. A informação foi confirmada após uma recontagem nas celas.

Os fugitivos foram identificados como Reuben Costa Japiassu Silva Junior; Givaldo Silva de Lima; Adeilton Nascimento dos Santos; José Cicero Alves da Silva; Thiago Silva dos Santos; José Cicero da Silva Vieira; José Cicero Dionísio dos Santos; Francisco Alves da Silva; Josuel de Lima e Alexsandro de Araújo Lourenço dos Santos.

G1 AL

Comentários

Publicidade