Publicidade
ESTE BLOG ESTÁ EM REFORMA. AGRADECEMOS A COMPREENSÃO.

Brasileira de 38 anos é encontrada morta em rio, na Austrália

O corpo de Cecilia Haddad foi encontrado por praticantes de caiaque no rio Lane Cove, às 10h15 do último domingo

Uma brasileira de 38 anos foi encontrada morta em Sydney, na Austrália. A polícia local ainda investiga as causas da morte, mas trata o caso como "suspeito". O corpo de Cecilia Haddad foi encontrado por praticantes de caiaque no rio Lane Cove, às 10h15 do último domingo (29/4), 21h15 de sábado (28), no horário de Brasília.

As investigações apontam que Cecilia foi a um churrasco na noite de sexta-feira (27/4) e falou com amigos no sábado de manhã. A polícia ainda não tem informações sobre o que ocorreu depois. Testemunhas relataram terem visto o carro da brasileira do lado de fora da casa em que ela morava na tarde de sábado (28/4). Por isso, os policiais estão à procura de imagens de câmeras de segurança que possam colaborar com as investigações.

De acordo com a polícia, Cecilia trabalhou em uma empresa de mineração até 2016, quando se mudou para Nova Gales do Sul (estado australiano, cuja capital é a cidade de Sydney). Na nova cidade, ela passou a trabalhar como gerente de logística de uma empresa de transporte de mercadorias.

Responsável pela investigação, o detetive Ritchie Sim, do departamento de homicídios, informou que a polícia já ouviu alguns amigos da brasileira. "Cecilia desfrutou de uma vida social ativa e fez um grande círculo de amigos durante seu tempo em Sydney".

Procurado pela reportagem, o Itamaraty informou que o Consulado-Geral do Brasil em Sydney acompanha o caso e mantém contato com os familiares e com a polícia local.

Correio Braziliense/Diário de Pernambuco

Comentários

Publicidade