sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Alberto Feitosa questiona cancelamento de repasse para obras de infraestrutura no Estado


O deputado Alberto Feitosa, do PR, apontou, nesta quinta (04), o cancelamento de repasse de recursos do Ministério do Turismo para obras de pavimentação de estradas em vários Estados, incluindo Pernambuco. Segundo o parlamentar, a questão foi noticiada por jornais de grande circulação do Mato Grosso do Sul, e registrada em correspondência enviada ao Poder Executivo pernambucano.

De acordo com Feitosa, o Estado recebeu comunicado da Caixa Econômica Federal, no último dia dois de setembro, informando que uma solicitação do Ministério do Turismo determinava a suspensão da execução das obras. Segundo o deputado, o órgão federal alegou a necessidade de regularização de empenho, e pediu que o Governo de Pernambuco aguardasse nova autorização.

Feitosa listou entre as obras que estavam em processo de autorização e foram suspensas a implementação da via secundária que liga os distritos de Abreu do Una e Várzea do Una, em São José da Coroa Grande, à PE-60. O parlamentar também citou a obra da requalificação da PE-35, que liga Igarassu à Itamaracá, e inclui a pavimentação da via, recuperação dos bueiros, terraplanagem, sinalização horizontal e vertical, além da requalificação do guarda-corpo e do passeio da Ponte Paulo Guerra, na mesma estrada.

Para o deputado, a justificativa do órgão federal não convence, uma vez que, segundo matérias publicadas nos jornais do Mato Grosso do Sul, documentos revelam que o Governo de Alagoas recebeu recursos, assim como o município alagoano de Arapiraca.

Alberto Feitosa analisou que uma obra, para ser aprovada, precisa atender a critérios impostos por normas internacionais e passar por um rígido processo licitatório. Ele declarou voto de repúdio e externou preocupação quanto ao fato divulgado pela imprensa.

Fonte: Alepe

Nenhum comentário:

Postar um comentário