Publicidade

Lula, no guia de Armando: “O que está em jogo é o futuro de Pernambuco”

Foto: Alexandre Albuquerque/Divulgação

O programa eleitoral de Armando Monteiro, candidato a governador pela Coligação Pernambuco Vai Mais Longe, apresentou nesta sexta-feira (5) uma passagem marcante do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por Petrolina e Recife. Pela primeira vez desde a tragédia ocorrida no mês passado, Lula falou sobre sua relação afetuosa com o ex-governador Eduardo Campos e com a família Arraes. E deixou claro que é preciso fazer uma separação entre o sentimento de comoção gerado pela morte de Eduardo e o processo eleitoral.

Ver guia eleitoral aqui> https://www.youtube.com/watch?v=nDbriqGfTmg&feature=youtu.be

“Todos vocês sabem da minha relação pessoal e política com o companheiro, saudoso, governador Eduardo Campos. É por isso que eu vim aqui, pra dizer pra vocês que o fato de Eduardo Campos ter morrido não muda um milímetro a minha relação de respeito com ele e com a família dele”, salientou.

“Mas eu não estou aqui pra discutir uma relação que eu quero manter até o resto da minha vida. Uma relação de respeito, de admiração. Eu vim aqui porque o que está em jogo agora é o futuro do Estado de Pernambuco”, afirmou Lula.

Em seguida, diante de milhares de sertanejos que foram vê-lo em Petrolina, fez uma convocação para que os eleitores observem a trajetória, a capacidade de articulação e a competência de Armando para conduzir o processo de desenvolvimento de Pernambuco nos próximos anos.

“Por isso eu estou aqui, orgulhosamente, olhando na cara de cada mulher e de cada homem, pra pedir pra vocês, vocês que confiaram em mim um dia, vocês que acreditaram em mim um dia, vocês que votaram em mim pra presidente, me reelegeram pra presidente e elegeram a presidenta Dilma. Agora, nós temos que eleger o nosso companheiro Armando Monteiro para governador do Estado”, defendeu.

Em uma das cenas do comício no Recife, Lula destaca a relação política e de amizade que tem com Armando Monteiro. E também a importância do petebista na defesa do governo Lula, enquanto o candidato a governador presidiu a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Segundo Lula, Armando atuou para diminuir da rejeição da classe empresarial em relação ao governo petista.

No programa, Armando Monteiro enfatiza que Pernambuco vive um momento especial. “Pernambuco sempre teve a compreensão de que sempre tem que reverenciar a memória de muitos, mas tem o compromisso de continuar a trabalhar olhando para frente, ampliando as suas conquistas, realizando os seus sonhos, e promovendo o interesse do conjunto da população”, finaliza.

Assessoria de Imprensa do PTB

Comentários

Publicidade