quarta-feira, 19 de setembro de 2018

TSE deve julgar candidatura de Haddad no dia 25, diz ministro


O ministro Luís Roberto Barroso, vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), afirmou nesta quarta-feira (19) que a Corte deve julgar no próximo dia 25 o registro da candidatura de Fernando Haddad (PT) à Presidência da República.

Barroso é o relator do caso, e o TSE também deverá analisar o registro de Manuela D'Ávila (PCdoB) como candidata a vice.

O prazo para impugnações (contestações) à candidatura de Haddad e Manuela D'Ávila terminou às 23h59 desta terça (18).

Candidatura de LulaInicialmente registrado como candidato a vice-presidente pelo PT, Haddad passou a ser o candidato à Presidência após o TSE rejeitar a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva com base na Lei da Ficha Limpa.

De acordo com a lei, uma pessoa se torna inelegível se tiver respondido a algum processo na Justiça que já tenha transitado em julgado (em que não cabe mais reucrso) e ou se tiver sido condenada por órgão colegiado da Justiça.

No caso de Lula, o ex-presidente foi condenado em janeiro pelos três desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) num processo da Lava Jato.

No entendimento dos desembargadores, Lula recebeu da OAS um apartamento triplex em Guarujá (SP) como retribuição a contratos firmados pela empreiteira com a Petrobras.

Desde o começo das investigações, Lula diz que é inocente e a defesa do ex-presidente afirma que o Ministério Público não produziu provaspara acusá-lo de cometer crime.

Por Mariana Oliveira e Rosanne D'Agostino, TV Globo e G1, Brasília


0 comentários:

Postar um comentário