Publicidade

Enterrado em Sertânia o corpo de homem atropelado por empresário no RJ


Foi enterrado no fim da tarde desta segunda-feira (24) em Sertânia, no Sertão de Pernambuco, o corpo do operário José Fernando Ferreira da Silva, de 44 anos. Ele morreu atropelado pelo carro de um empresário, na sexta-feira (21), no Rio de Janeiro. "É muito triste, de cortar o coração. Era ele quem sustentava os pais", disse o irmão da vítima, Antônio Ferreira da Silva.

José Fernando Ferreira da Silva foi atropelado pelo empresário Ivo Nascimento de Campos Pitanguy, que dirigia o carro. Este responderá por homicídio doloso e embriaguez ao volante, segundo a polícia. O inquérito aponta que o motorista estaria embriagado e dirigindo acima da velocidade máxima permitida. A família do empresário informou que está prestando assistência aos parentes da vítima.

A família do operário em Sertânia afirma que ele saiu de Pernambuco muito jovem para trabalhar em São Paulo e estava há dois anos no Rio de Janeiro. "Foi uma tragédia. A gente está abalado. Se ele estivesse doente, ou fosse um acidente normal, mas foi um assassinato. Ele saiu daqui para ganhar o pão de cada dia. Não é fácil. Se fosse fácil, ele estava aqui em Sertânia, trabalhando", desabafa o servidor público Jamilton Vicente Ferreira, 44 anos, primo do operário.

O corpo foi liberado no fim de semana e chegou a Pernambuco na madrugada desta segunda-feira. O velório ocorreu durante a manhã, no Sítio Riacho do Caruá, onde a família do operário mora. O cortejo saiu a partir das 15h em direção à igreja da cidade, em seguida o corpo foi enterrado no Cemitério Alto da Saudade.

Atropelamento

José Ferreira foi atropelado na Rua Marquês de São Vicente, uma das principais da Gávea, na madrugada da sexta-feira. Ele chegou a ser levado para o Hospital Miguel Couto, também na Zona Sul, mas não resistiu. José trabalhava como operário na obra da linha 4 do Metrô e voltava do trabalho no momento em que foi atingido pelo veículo. O caso foi registrado na 14ª DP (Leblon).

Segundo a delegada Monique Vidal, a ficha de Ivo Nascimento de Campos Pitanguy no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RJ) tem 23 folhas, com 70 multas aplicadas nos últimos cinco anos, o que dá mais de 240 pontos na carteira. Do total de multas, 14 são por dirigir embriagado. O empresário foi preso em flagrante no Hospital Miguel Couto e levado para o complexo penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio.

G1 Caruaru

Comentários

Publicidade