domingo, 27 de maio de 2018

UPE suspende aulas nesta segunda-feira, mas mantém atendimento integral nos hospitais da Universidade


A Universidade de Pernambuco (UPE), de forma preventiva e considerando a continuidade da greve dos caminhoneiros, suspende as atividades acadêmicas e administrativas de todos os seus 15 campi nesta segunda-feira (28/05). A decisão é válida para os turnos da manhã, tarde e noite, a fim de minimizar os transtornos à comunidade acadêmica.

A gestão da Universidade realiza, nesta segunda-feira, reunião com todos os diretores das unidades para avaliar e traçar estratégias de reposição das aulas perdidas durante o período de paralisação. Ao longo do dia, a UPE, que está acompanhando os acontecimentos, emitirá novo posicionamento sobre o expediente da instituição na próxima terça-feira (29/05).

O reitor da UPE, Profº Pedro Falcão, está em contato com as unidades e secretarias do Governo do Estado: "Estamos monitorando a situação para amenizar o impacto em nossas atividades acadêmicas, e principalmente para nossos usuários do complexo hospitalar. Junto ao governador Paulo Câmara, todas as medidas estão sendo tomadas, e torcemos para que o país retorne em breve à normalidade, com uma solução que atenda os anseios da população."

HOSPITAIS UNIVERSITÁRIOS

As atividades assistenciais das unidades do Complexo Hospitalar da UPE, composto pelo Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), Pronto-Socorro Cardiológico Universitário de Pernambuco (Procape) e Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam), estão mantidas de forma plena, em respeito aos pacientes que buscam às unidade de saúde.

Caso haja redução do número de servidores disponíveis nos atendimentos, serão priorizados os casos com gravidade clínica e situações emergenciais.

Mais informações: www.upe.br

Vox Comunicação


0 comentários:

Postar um comentário