Publicidade

Governo de Pernambuco repassa R$ 5 milhões para auxiliar municípios no combate ao Aedes aegypti

Repasse aos municípios foi anunciado pelo secretário da pasta durante encontro com prefeitos do Sertão

Para reforçar ações contra o Aedes aegypti, 184 municípios pernambucanos começam a receber repasse de R$ 5 milhões da Secretaria Estadual de Saúde (SES) a partir desta quinta-feira (18). A quantia compõe parte dos investimentos do Governo do Estado para o enfrentamento às arboviroses e assistência à microcefalia, anunciados no mês de novembro de 2015.

O Plano Estadual de Enfrentamento às Doenças Transmitidas pelo Aedes aegypti conta com um investimento de R$ 25 milhões, sendo R$ 5 milhões para o combate ao mosquito e compra de equipamentos, R$ 5 milhões para campanha de mídia e R$ 15 milhões para estruturação de centros regionais de atenção às crianças com microcefalia.
O repasse aos municípios foi anunciado pelo secretário da pasta, Iran Costa, durante encontro com prefeitos do Sertão do Pajeú, em Afogados da Ingazeira, nesta quinta. O destino dos recursos foi feito com base na população per capita de cada localidade e tem o objetivo de reforçar ações municipais no controle do problema.

Entre as responsabilidades das prefeituras, estão o extermínio dos criadouros e a aplicação de inseticida ou larvicida para eliminação das larvas do inseto transmissior da dengue, zika e chikungunya.

O larvicida é utilizado nos depósitos positivos (com a presença de larvas) ou vulneráveis (que permitem a oviposição pela fêmea do mosquito) que não são passíveis de serem eliminados mecanicamente (destruição, vedação ou destinação adequada).

A SES está investindo, ainda, mais R$ 5 milhões na aquisição de equipamentos utilizados pelo Estado no combate ao mosquito, como máquinas de UBV, bombas costais, insumos e Equipamentos de Proteção Individual (EPI). O Laboratório Central de Pernambuco (Lacen-PE) recebeu um reforço com insumos e aquisição de novos equipamentos para agilizar a realização dos exames laboratoriais.

Casos

Só em 2016, a SES já notificou 12.815 casos de dengue (1.476 confirmados), distribuídos em 158 municípios. Até o momento, 25 óbitos suspeitos foram notificados e estão em investigação. Foram notificados 2.656 casos suspeitos de chikungunya (123 confirmados) em 101 municípios, com 1 óbito em investigação, e 1.990 casos suspeitos de zika. Atualmente, de acordo com o índice de infestação predial, 81 municípios estão em risco de surto para as doenças e 62 em situação de alerta.

Folha de Pernambuco

Comentários

Publicidade